rede 21

 

REDE 21

A Rede 21, anteriormente conhecida como Canal 21, é uma rede de televisão brasileira pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação.  

História
A Rede 21 foi fundada em 21 de outubro de 1996 como Canal 21, inicialmente transmitindo apenas para São Paulo e tendo uma programação especializada na capital paulista. Seus principais programas na época eram: Trânsito Livre (que ía das 6 as 8 da manhã), Top Teen (programa jovem), Jornal São Paulo (em duas edições), Circular (apresentado por Maria Cristina Poli, no qual as entrevistas eram realizadas dentro de um ônibus), e as sessões de filmes e séries que ocupavam a grade do canal.

Em 2003, tornou-se rede com a afiliação da TV Brasília, canal 6, que deixava de retransmitir a RedeTV! no Distrito Federal. Antes disso, duas emissoras (uma em Salvador e outra em Macapá) passaram a transmitir o sinal do 21. Em janeiro de 2004, o Rio de Janeiro passou a receber o sinal pelo canal 54, saíndo do ar no final de 2005.

Em 2005, a emissora veiculava para a rede apenas cinco horas de programação, das 19h à meia-noite, mas continuava com uma boa qualidade. A maior parte da grade era formada por seriados americanos e animes. Da 0h até as 19h, a tela é invadida por informerciais e programas religiosos (esse é o caso de São Paulo. Em Brasília, esses programas não vão no ar; no período dos informeciais, a TV Brasília coloca programas locais). O espaço desses programas na grade do canal já foi menor.

No dia 7 de julho de 2008, a Rede 21 voltou ao ar depois da não renovação do contrato entre o Grupo Bandeirantes e a Gamecorp.

Crise
A Rede 21 já esteve presente em 14 capitais em 2004, mas, ao longo do ano seguinte, perdeu muitas afiliadas em várias capitais brasileiras, como em Porto Alegre e Belo Horizonte (que trocaram a Rede 21 pela MIX TV, e em Vitória, onde deu lugar a RedeTV!). Em outras localidades, as emissoras locais deram lugar à canais religiosos, como no Rio de Janeiro, onde desde janeiro de 2006, o canal deu lugar a TV Aparecida.

No fim de 2005, a grade, que tinha apenas 5 horas, seria reduzida ainda mais. Lilian Witte Fibe foi demitida (ela apresentava o jornal da emissora), o programa Blog 21 acabou (e seus apresentadores, Felipe Xavier, Xis e Paola Bragança saíram do canal também).

Além disso, o canal da Band terminou o contrato que permitia exibir os programas Top of the Pops, Seinfeld, cancelou o programa Doc 21 e os planos do Top of the Pops Brasil, que estrearia em breve.

Em 2006, a Rede 21 viu como saída exibir os programas da Gamecorp, que até então os exibia na MIX TV.

Fim da Rede 21
Após permanecer no ar por quase dez anos, a Rede 21 passou a se chamar PlayTV em 5 de junho de 2006. O canal passou a transmitir programas da Gamecorp na faixa das 17h às 22h, enquanto o horário restante seria administrado pela Bandeirantes.

Ao contrário do que diziam, a PlayTV continuou sendo do Grupo Bandeirantes. A Gamecorp apenas fazia programas para a emissora. Sem contar que, desde 2003, a Band tenta registrar a marca PlayTV para um novo canal jovem. Mas a Rede 21 entrou em crise, e só com a parceria da Gamecorp isso foi possível.

A volta da Rede 21
No dia 7 de julho de 2008, a Rede 21 voltou ao ar depois da quebra de contrato entre a Band e a Gamecorp, que tem como donos o Grupo Oi (Ex-Telemar) e Fábio Luís Lula da Silva.

A parceria deveria ser de dez anos, mas o Grupo Bandeirantes não ficou satisfeito com o novo canal e decidiu quebrar o contrato com a parceira. Desta maneira, ficou como certo o fim da PlayTV e a volta da Rede 21.

Desta vez a Rede 21 trouxe o programa Território Livre, que foi apresentado por Jackeline Petkovic e Maurício Mendes, que era apresentado de segunda a sexta às 22h30.

Em outras mãos
A Rede 21 fez um contrato de 5 anos com a Igreja Mundial do Poder de Deus, devendo ocupar 22 horas da grade, cuja programação está sendo desenvolvida pelo diretor artístico Pastor Ronaldo Didini. O diretor informa que a emissora fará uma programação diferenciada das emissoras evangélicas, não será segmentada e sim variada com programas para toda família.

Nota: A grade compreendida das 22h à 24h será de responsabilidade da Band, com destaque para o jornalismo.

Afiliadas e Retransmissoras

Antigas emissoras e afiliadas
A Rede 21 teve retrasmissoras no Rio de Janeiro (Canal 54 UHF), Belo Horizonte (Canal 24 UHF), Vitória (Canal 13 VHF), Porto Alegre (Canal 40 UHF), Belém (Canal 50) e Macapá (Canal 19 UHF)
A retransmissora da Rede 21 no Rio de Janeiro, que pertencia à Band, foi arrendada para TV Aparecida até o final de 2007. Desde janeiro de 2008, a emissora passou a trasmitir a programação da RIT, pertencente ao missionario R.R. Soares.

Porto Alegre e Belo Horizonte passaram a trasmitir a MIX TV.

A afiliada de Macapá se afiliou a Rede Gazeta até meados de 2007, quando o canal foi extinto;

A afiliada de Cuiabá passou a trasmitir a Record News;

A TV Brasília em junho de 2008, torna-se se afiliada da RedeTV!;

Devido a desvalorização da Rede 21, a TV Marajoara (Ananindeua), afiliada de Belém, mudou para a Rede Brasil de Televisão;

A TV Olinda, afiliada em Pernambuco, migrou para a CNT.

A TV Athenas agora transmite a TV Serra Dourada, afiliada do SBT em Goiânia.

A TV Transamérica transmite a Rede TV! a parir de 1 de Setembro.

A TV Mani passou a transmitir a TV Diario
Em breve, a SKY estará disponível no Canal 17.

Programas
Doc.21
Fórmula Truck Compacto
Larry King
Jornal 10

One Response to rede 21

  1. walter lima disse:

    a rede 21 fazia sucesso aqui em bh. quando voltara;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: