MATERNIDADE PREMIADA

Danilo Verpa/Folha Imagem

Mônica Pimentel, superintendente-artística da Rede TV!

Ao voltar de sua primeira licença-maternidade, em 2000, Mônica Pimentel, 43, então diretora de um programa semanal, foi premiada pela Rede TV! com a missão de comandar duas atrações diárias. Quase três anos depois, ao retornar da segunda licença, foi promovida a superintendente-artística, cargo que ocupa até hoje. “Estou tentando um terceiro filho”, brinca. Formada em jornalismo, Mônica trabalhou em jornal até 1991, quando foi convidada para ser redatora de Gugu Liberato. Atualmente, comemora sua boa fase na Rede TV!. Programas por ela criados, como o “Brothers”, estão em alta no Ibope.

Em sigilo, filho de Edir Macedo canta rock em novela da Record

As novelas da Record “Os Mutantes” e “Chamas da Vida” trazem em suas trilhas sonoras músicas de Mikefoxx, misterioso cantor de pop. Mikefoxx é a identidade secreta de Moisés Macedo, filho caçula do bispo Edir Macedo, dono da Record e líder da Igreja Universal.
Moisés só é conhecido como cantor gospel, mercado em que se apresenta como Moysés. Está prestes a lançar seu terceiro CD pela gravadora da igreja.
Diretor musical da Record, Marcio Antonucci sustenta que Moisés não é obrigado a cantar gospel, embora demonstre gostar mais de pop -no primeiro CD religioso, gravou uma versão evangélica de hit do Aerosmith. Diz que ele só não assina como Moysés “porque acha Mikefoxx mais comercial”. “Ele tem uma banda de rock nos Estados Unidos e usa o nome de Mikefoxx”, conta. A Folha não conseguiu falar com Moisés.
Em “Os Mutantes”, Moysés, ops, Mikefoxx emplacou “Amor de Sedução”, baba com pegada trance que lembra o tecnopop de FM do começo dos anos 90. A letra romântica embalava o sensual casal formado por Ângelo Paes Leme e Monica Carvalho. Em “Chamas da Vida”, o rapaz solta a voz numa versão dançante de “Primeiros Erros” (sucesso de Kiko Zambianchi nos anos 80).
Segundo Antonucci, as músicas de Mikefoxx só entraram nas novelas após serem aprovadas por ele e por um comitê, que inclui autores e diretores das tramas. “Não tem como entrar se não tiver a ver com o personagem e não convencer essa comissão”, fala.

PORTUNHOL AUTÊNTICO

O ator argentino Pablo Bellini (foto), 34, interpretará na minissérie “Maysa” o empresário espanhol Miguel Azanza, com quem a cantora Maysa foi casada durante quase dez anos. Miguel era casado com uma socialite espanhola quando se apaixonou pela musa da música de fossa brasileira. Pablo foi escolhido pelo diretor Jayme Monjardim, filho de Maysa com o brasileiro André Matarazzo, por causa da semelhança física e pelo sotaque. No programa, ele falará portunhol propositalmente. No Brasil, Pablo fez participações em “Páginas da Vida” e “Alice” (HBO). Até agora, “Maysa”, que a Globo exibe em janeiro, é seu trabalho mais relevante na TV brasileira.

ATOR VIRA DIRETOR

De malas prontas para viajar à Índia, onde gravará “Caminho das Índias”, o ator Alexandre Borges dirige nesta semana seu primeiro curta-metragem. Ele criou uma história sobre um astrônomo doente que testemunha um eclipse lunar com uma idosa em estado terminal e um jovem que acaba de ser pai, mostrando diferentes atitudes diante da vida -ou da morte. Paulo José será o astrônomo, e Ruth de Souza, a paciente terminal. O curta faz parte do projeto “Essa História Dava um Filme”, do canal Multishow.

MULHERES
O canal GNT vai comemorar seu aniversário, em novembro, com a série “Eternas”, de documentários inéditos sobre grandes mulheres, como Claudia Cardinale, Sophia Loren, Isabel Allende e Brigitte Bardot. A atriz Maitê Proença fará a narração de dois programas: “Belezas Francesas” e “E Brigitte Criou Bardot”.

DANÇA
Estréia na TV Cultura, no próximo dia 27, a série “Figuras da Dança”, projeto da São Paulo Companhia de Dança, que em sua primeira temporada, de cinco episódios, apresentará as carreiras de Ivonice Satie, Ismael Guiser, Ady Addor, Marilena Ansaldi e Penha de Souza.

PERGUNTA INDISCRETA
FOLHA – No “Brasil Urgente” da última quarta-feira, a candidata a prefeita Marta Suplicy te chamou de Faustão. Ela ganhou ou perdeu seu voto depois disso?
JOSÉ LUÍS DATENA
(apresentador da Band) – Achei normal. Ela falou sem querer, estava pensando na entrevista, concentrada. Na volta do intervalo, eu a chamei de Luiza Erundina. Pra mim, foi uma honra [ter sido chamado de Faustão]. Queria ter o dinheiro que ele tem [risos]. Mas eu não voto em São Paulo. Voto em Ribeirão Preto.
Line-UP – Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: