Mercado
Para CEO da Viacom, setor superará a crise
13/10/2008, 20h51
“Tempos desafiadores”. É assim que o CEO da Viacom (grupo de mídia que agrega, entre outras, as marcas MTV, Paramount e Nickelodeon) definiu o período atual de crise financeira. Mas Philippe Dauman vê uma vantagem na indústria do entretenimento: “Nós produzimos o escape para as tensões, oferecemos uma diversão de boa qualidade e barata. Então devemos superar este momento bem. Estou extremamente otimista”.
Dauman exaltou a Internet e lembrou que o seu grupo faz fortes investimentos no setor. A Viacom tem 340 sites, tendo criado cem deles apenas nos últimos meses. “Estamos em uma época em que o usuário quer escolher o que vai ver, quando e onde vai ver, então damos a ele este poder”. Mas ele lembra também que a TV ainda é a mídia dominante, e será por muito tempo. “A maioria das pessoas que busca vídeo na internet procura os programas de TV que perdeu. E agora, com a alta definição, a TV é uma experiência ainda mais rica. O digital não vai substituir a TV. Vai aprofundar o envolvimento do usuário com o conteúdo da TV”, disse Dauman, em painel do Mipcom, em Cannes, desta segunda, 13. André Mermelstein, de Cannes – TELA VIVA News

Mercado
Discovery aposta na venda de conteúdos avulsos
13/10/2008, 20h41
O grupo Discovery está apostando na venda de conteúdos avulsos, e não só dos canais empacotados, como um novo modelo de negócios. É o que contou o CEO da empresa, David Zaslav, em seminário realizado durante o Mipcom, em Cannes, nesta segunda, 13. A idéia é aproveitar o vasto acervo do canal e explorá-lo em outras janelas, até mesmo na TV aberta. A estratégia é recente, mas programas como “Pesca Mortal” já foram vendidos no mercado internacional.
Perguntado por TELA VIVA sobre a reação do grupo à crise financeira, Zaslav disse que o fato de o Discovery ter forte presença internacional deve amenizar os efeitos. Um terço das receitas do grupo hoje vêm de fora dos EUA. Também ajuda, segundo ele, o fato de que mais de 50% das receitas vêm de assinaturas, e não de publicidade, que deve ser o setor mais afetado, segundo Zaslav. André Mermelstein, de Cannes – TELA VIVA News

Internacional
Cinevídeo produz em Moçambique
13/10/2008, 20h53
A produtora Cinevídeo prepara uma série de ficção de 15 episódios, com o título provisório de “Jogo da Vida”, que será totalmente produzida em Moçambique, com atores locais e equipe técnica mista de brasileiros e moçambicanos. A produção, financiada pela Embaixada dos EUA em Moçambique, terá temática jovem e tratará de assuntos como gravidez precoce, prostituição e AIDS.
A Cinevídeo montou uma produtora no país em parceria com a Soico, grupo que opera a TV aberta comercial moçambicana. A previsão de estréia é em janeiro de 2009. André Mermelstein, de Cannes – TELA VIVA News

Mercado
Televisa anuncia acordo para produzir na Espanha
13/10/2008, 20h43
A Televisa anunciou nesta segunda, 13, durante o Mipcom, que acontece esta semana em Cannes, um acordo com o grupo espanhol Imagina para a produção local, na Espanha, de formatos da rede mexicana. O acordo segue a mesma linha do que a Televisa firmou em abril, no MipTV, com uma produtora francesa, e com o acordo firmado com a Record para produzir no Brasil. O primeiro programa a ser produzido é “BeB”, desenvolvido pela argentina Chris Morena Group, parceira da Televisa.

Online

A Televisa também anunciou suas novas iniciativas online. A gigante mexicana lançou dois sites, um dedicado aos esportes (televisadeportes.com) e outro com conteúdos de televisão (tvolucion.com).
O site TVolucion trará a programação atual da Televisa, que poderá ser vista on-demand, além de séries e filmes clássicos mexicanos. Terá também duas produções originais, feitas especialmente para a web: “Colinas” e “La Doble Vida”. Da Redação – TELA VIVA News

Mercado internacional
América Latina não é prioridade para espanhóis
13/10/2008, 14h41
Apesar da proximidade linguística, a América Latina não é prioridade para os produtores e broadcasters espanhóis. O continente representa apenas 14% do mercado internacional para produções espanholas, contra 43% da Europa, 23% dos EUA e 9% da Ásia. Embora menor, o mercado asiático vem crescendo, enquanto o latino-americano vem diminuindo, conta Angel Aceves, diretor do Icex, o instituto espanhol de fomento à exportação.
A Espanha é o país-foco desta edição do Mipcom, mercado de conteúdos audiovisuais que acontece até sexta em Cannes. Segundo Pedro Perez, presidente da federação espahola de produtores audiovisuais, o país está passando de ser um importador de conteúdos para ser um fornecedor de programação, sobretudo nas áreas de séries, animação e documentário. Em cinco anos a Espanha dobrou sua exportação de programas. Hoje o país vende cerca de 34 a 45 milhões de euros anuais, contando apenas a produção independente. “Temos 4% de share na produção mundial de audiovisual, enquanto a indústria espanhola geral tem apenas 2% de share”, disse Angel Aceves em apresentação nesta segunda, 13. Segundo ele, o Icex investirá este ano 4,6 milhões de euros na promoção do audiovisual espanhol.

TV não morre

O presidente da RTVE, a TV pública espanhola, aproveitou para fazer uma defesa da televisão frente às outras mídias. “Estou otimista. Todos dizem que a TV está morta, mas eu discordo radicalmente”, disse Luis Fernandez.
“Nunca houve um melhor momento para se fazer programação, principalmente para o serviço público. Na RTVE estamos trabalhando com todas as mídias e percebemos que isso só aumenta a audiência”. Ele exemplifica com a transmissão recente das Olimpíadas no país, que teve dois milhões de visitas online, e ainda assim bateu recordes de audiência. André Mermelstein, de Cannes – TELA VIVA News

Políticas de comunicação
Deputados apresentam mais três emendas para o PL 29
13/10/2008, 20h07
Foram confirmadas mais três emendas para o PL 29/2007, que trata dos serviços de TV por assinatura e do mercado de audiovisual, nesta segunda-feira, 13. As emendas foram apresentadas na quinta e sexta-feira passadas, mas devido a um problema no sistema eletrônico da Câmara dos Deputados, só foram incluídas na manhã desta segunda, 13. Duas delas, apresentadas pelo deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB/PR), frisam a necessidade de revogação dos artigos 7º e 15º da Lei do Cabo.
Estes artigos tratam da limitação de capital estrangeiro para aquisição da licença de TV a cabo (7º) e do impedimento das teles de obter essas concessões (15º). Com as revogações, as teles teriam caminho livre para poder comprar licenças de cabo. A terceira emenda, apresentada por João Carlos Bacelar (PR/BA) sugere a inclusão de itens já presentes no substitutivo alinhavado pelo deputado Jorge Bittar (PT/RJ) na Comissão de Ciência e Tecnologia, onde são fixadas restrições à atuação das concessionárias de telefonia no mercado de audiovisual. O projeto encontra-se agora na Comissão de Defesa do Consumidor e, por conta do problema técnico, a Câmara prolongou o período de emendas por mais uma sessão. Mariana Mazza – TELA VIVA News

Premiação
Brasil tem seis indicações ao Emmy Internacional
13/10/2008, 21h27
Foi divulgada nesta segunda, 13, a lista dos indicados ao prêmio Emmy Internacional, que premia o melhor da televisão não-americana. O Brasil conta com seis indicações, ganhando o status de país melhor representado no prêmio. As categorias que o Brasil concorre são:

* melhor novela, com “Paraíso Tropical”, da Globo;
* melhor ator, com Pedro Cardoso, por seu papel em “A Grande Família”, da Globo;
* melhor atriz, com Irene Ravache, por seu papel em “Eterna Magia”, da Globo;
* melhor programa artístico, com “Por Toda a Minha Vida: Nara Leão”, da Globo;
* melhor série dramática, com “Mandrake”, co-produção da Conspiração com a HBO;
* melhor documentário, com “A tragédia do vôo 1907”, do Discovery Channel.
A América Latina conta ainda com outras cinco indicações:
* melhor programa infanto-juvenil, com “Patito Feo”, da Argentina;
* melhor programa de entretenimento sem roteiro, com “Caiga Quien Caiga”, da Argentina;
* melhor telefilme, com “Television por la identidad”;
* melhor comédia, com “Mi Problema con las Mujeres”, do Peru.
* melhor novela, com “Lalola”, da Argentina.
A premiação do Emmy Internacional acontecerá no dia 24 de novembro, em Nova York. Da Redação – TELA VIVA News

Licenciamento
“Brasil ainda engatinha em licenciamento”, diz advogado da DreamWorks
13/10/2008, 15h54
Claudio Henrique Ramos, advogado do departamento de marketing e consumer products da DreamWorks Animation, esteve no Brasil para dar uma palestra sobre licenciamento no 3º Granimado, festival de animação que aconteceu na cidade gaúcha de Gramado entre os dias 9 e 12 de outubro. “O Brasil ainda engatinha em licenciamento”, disse, referindo-se aos R$ 3 bilhões que o País movimentou em 2007 em receitas para setor, quantidade pouco expressiva perto dos US$ 170 bilhões de dólares que o licenciamento gerou no ano passado no mundo todo. “O mercado precisa de personagens”, disse aos animadores. Só a Disney, empresa que lidera o ranking de licenciamentos, faturou US$ 20 bilhões em 2007, representando sozinha 20% do mercado.
Ramos acredita que realizadores devem buscar licenciamento e prestar atenção a editais, pois alguns tiram do produtor o direito de licenciar. “Não é só uma questão de lucro, mas há uma série de vantagens como divulgação e perpetuação da marca e consolidação da produtora ou estúdio. Para empresas, sai mais barato comprar uma licença do que criar personagens. São raros os casos como o da Kellog’s, que criou aquele tigre”, observa. Ele recomenda aos realizadores dedicação ao planejamento e elaboração de style guide (guia com imagens e escala de tamanho dos personagens, descrição dos ambientes da história e exemplos de embalagens). Outra providência é a contratação de bons profissionais para cuidar das negociações, caso a produtora não tenha condições de fazê-lo. Ana Carolina Barbosa, de Gramado – TELA VIVA News

Publicidade
Bossa Nova fará filmes para o Super Casas Bahia 2008
13/10/2008, 17h51
A Bossa Nova Filmes será a produtora responsável pela produção dos filmes publicitários para o Super Casas Bahia 2008, evento em que a empresa do setor varejista de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos promove no final do ano. A produtora participou da concorrência da qual participaram também a Open Filmes, a Maria Bonita e a Mixer, que até 2007, produzia os filmes do evento. A Casas Bahia informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a Mixer continua produzindo os filmes dos demais comerciais.
Os trabalhos devem começar em outubro. Datas de exibição e quantidade de filmes ainda não foram definidas. A agência de publicidade responsável pela conta da Casas Bahia é a Y&R. Da Redação – TELA VIVA News

Cinema
Universal distribuirá filmes da DreamWorks
13/10/2008, 21h51
Steven Spielberg e Stacey Snider, dirigentes da DreamWorks, anunciaram nesta segunda, 13, um acordo com a Universal, que passará a distribuir seus filmes. Há uma semana, a DremWorks anunciou sua separação da Paramount.
Pelo acordo, válido por sete anos, a partir de 2009, a indiana Reliance Big Entertainment, que se associou recentemente à DreamWorks para fundar um novo estúdio independente da Paramount, terá os direitos de distribuição na Índia. Da Redação – TELA VIVA News

Internacional
Argentina não trata mais Lei de Radiodifusão como prioridade
13/10/2008, 19h02
Segundo o noticiário internacional Prensario/Private Advisor, as discussões para a criação de uma nova Lei de Radiodifusão na Argentina não são mais tratadas como alta propridade. O projeto, segundo o noticiário, separaria um terço das freqüências e rádio e TV para a radiodifusão pública, um terço para projetos sem fins lucrativos, e um terço para a radiodifusão comercial.
A proposta de uma nova lei, batizada de Lei da Comunicação Social, está no parlamento argentino há seis meses, mas a tramitação vem sendo adiada constantemente. Segundo o Private Advisor, alguns analistas apostam que o projeto não tramitará este ano, enquanto outros acreditam que o projeto deve ficar na gaveta por muito tempo. Da Redação – TELA VIVA News

Fomento
BNDES destina RS 2 milhões à recuperação do acervo da Cinemateca
13/10/2008, 18h28
A Sociedade Amigos da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, receberá apoio financeiro do BNDES no valor de R$ 2 milhões, através do Pronac (Programa Nacional de Apoio à Cultura). O dinheiro será usado na aquisição de equipamentos para a digitalização de todo o acervo audiovisual da cinemateca. A participação do Banco no projeto é de 73,8%, do total (R$ 2,8 milhões) aprovado pelo Ministério da Cultura.
O projeto tem como objetivo a restauração, preservação, catalogação, documentação e difusão do acervo da cinemateca. O processo permitirá o levantamento dos titulares dos direitos legais dos filmes digitalizados e a elaboração de instrumento legal que defina os termos da utilização do material catalogado. Por fim, será elaborado um catálogo dos filmes digitalizados para programação e veiculação em televisão pública; exibição digital na sala Cinemateca/BNDES de uma amostra dos acervos contemplados pelo projeto e vinculação da cinemateca com a ação de difusão de títulos da produção audiovisual, na televisão pública brasileira.
O acervo da Cinemateca Brasileira é formado por filmes de todas as categorias, formatos, gêneros e períodos, além da produção remanescente, em película e vídeo, da extinta TV-Tupi. Da Redação – TELA VIVA News

Festival
Animação paulista vence mostra em Gramado
13/10/2008, 18h33
O 3º Granimado, festival de animação que aconteceu na cidade gaúcha de Gramado entre os dias 9 e 12 de outubro, premiou no sábado, 11, os vencedores da mostras. “Monkey Joy”, de Ademir Adoni (SP), recebeu o prêmio Anélio Lattini, de melhor filme da Mostra Nacional. “Antitrailer”, de Marco Arruda (Porto Alegre), foi o vencedor da Mostra Gaúcha. “O jumento santo e a cidade que acabou antes de começar”, de William Paiva e Léo D. (PE), foi o melhor na categoria infantil, levando também o troféu de melhor roteiro. Confira os demais vencedores.

Mostra Nacional
Prêmios especiais do júri: “Casa das Máquinas”, de Daniel Hert e Maria Leite (MG); “Rua das Tulipas”, de Alê Camargo (DF); e “Passo”, de Ale Abreu (SP).
Melhor efeitos sonoros: “Pajerama”, de Leonardo Cadavall (SP).
Melhor trilha sonora: “Maria Flor”, de Camila Carrossine (DF).
Melhor cenografia: “Ícarus”, de Vitor Hugo Borges (SP).
Melhor animação técnica: “Calango Lengo, Morte e Vida Sem Ver Água”, de Fernando Miller (SP).
Melhor direção de arte: “Antitreiler”, de Marco Antonio de Arruda (RS).
Melhor roteiro: “O Anão que Virou Gigante”, Marão (RJ).
Melhor direção: “Dossiê Rê Bordosa”, de Sérgio Cabral (SP).

Mostrinha Infantil
Prêmio especial do júri: “Ballons”, de Jonas Brandão (SP) e “Seu Lobo”, de Humberto Avelar (RJ).
Melhor direção: “Rua das Tulipas”, de Alê Camargo (DF).

Mostra Gaúcha- Tchê Anima
Prêmio especial do júri: “Rosário Navegantes”, de Éverson Godinho.
Melhor direção de arte: “Primogênito Complexo”, Lavínia Chianello e Tomás Creus.
Melhor direção: “X Coração”, de Lisandro Santos.
Melhor filme: “Antitreiler”, de Marco Antônio de Arruda. Da Redação – TELA VIVA News

Curso
ITV oferece curso sobre Ginga
13/10/2008, 18h45
Estão abertas as inscrições para o curso “Desenvolvimento de Aplicações para TV Digital Usando Ginga-NCL e LUA”, oferecido pela ITV Produções Interativas em parceria com o Laboratório Telemídia, da PUC-RJ, desenvolvedor do middleware. O curso acontece em São Paulo entre os dias 11 e 14 de novembro e abordará os conceitos necessários para desenvolver aplicações interativas para TV digital, nas linguagens NCL e LUA. Mais informações no site: www.itvproducoesinterativas.com.br. Da Redação – TELA VIVA News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: