Ratinho e Hebe sozinhos custam R$ 30 mi por ano ao SBT
Ricardo Feltrin

A depender da subjetiva equação chamada custo-benefício, que supostamente teria a capacidade de mensurar o valor agregado em qualquer produto, Silvio Santos tem toda a razão em querer baixar –e substancialmente– o salário de suas principais estrelas.
Só em salários, o SBT gastou em 2008 por volta de R$ 30 milhões com os contratos de Hebe Camargo e Ratinho. Hebe Camargo obteve este ano médias máximas de 5 pontos de ibope. Ratinho está fora do ar
Ratinho recebeu cerca de R$ 17 milhões este ano. Ele não deu retorno nem de 10% desse valor em publicidade nos últimos dois anos, quando esteve na “geladeira” na emissora (só fez comerciais da Tele Sena).
Por outro lado, Hebe Camargo, que continua no ar todas as segundas, até consegue custear a si mesma e ao seu programa com patrocínio, mas Hebe também não é lá o último tubo de tintura loira da Lâncome® do mercado publicitário.
Segundo o (eficiente) modelo de administração do SBT, Silvio Santos considera que cada programa da grade é como uma “unidade de negócio”: um departamento destinado a dar lucro à empresa-mãe. Ele avalia apenas dois tipos de resultados em cada programa: quanto ele dá de ibope e quanto ele fatura.
Se um programa não rende muito, mas dá muita audiência (caso dos primeiros anos de Ratinho), Silvio Santos não se importa, porque usa esse programa para alavancar a audiência de horários problemáticos, por exemplo.
Se um programa não dá um ibope espetacular, mas fatura muito e ainda por cima custa pouco (caso do “SBT Repórter”, por exemplo), o dono da emissora também se dá por muito satisfeito.
No caso de Hebe, Ratinho e, mais recentemente, Galisteu, o problema é que nenhum obtêm mais os ibopes de outrora. Nem o faturamento. E ainda por cima vem aí “A Crise 2009″… http://noticias.uol.com.br/ooops/ultnot/2008/12/02/ult2548u642.jhtm


Argentina deve anunciar ainda este ano o padrão nipo-brasileiro de TV digital
Um ano após a inauguração da TV digital no Brasil, o Grupo de Trabalho Conjunto Brasil-Japão volta a se reunir, em Brasília, para debater os avanços do padrão japonês no país, a avaliação da divulgação do sistema para outros países da América do Sul, a instalação de uma fábrica de semicondutores e a ampliação da cooperação técnica para outras áreas. A expectativa do diretor do Departamento de Temas Científico e Tecnológico do Itamaraty, ministro Hadil da Rocha Vianna, é de que a Argentina, que está estudando o padrão japonês com inovações brasileiras para a TV digital, possa assinar o acordo de adoção ainda este ano. “A notícia que nós temos é que a presidente Cristina Kirchner está aguardando apenas o momento político interno oportuno para fazer o anúncio”, disse.
Vianna disse que a divulgação do padrão digital japonês na América do Sul ganhou força em razão das possibilidades introduzidas pelo middleware Ginga, desenvolvido no Brasil, e que potencializa as aplicações da interatividade na TV digital. Esse também é, na opinião do ministro, o diferencial que tornou a TV digital brasileira um verdadeiro sucesso no seu primeiro ano de implantação. http://www.telesintese.com.br/index.php?option=…501&Itemid=10


CANAL 1
Flávio Ricco

Não está certo
A Globo e Bandeirantes, como donas dos direitos do futebol, deveriam exigir maior respeito e seriedade nesta reta final do campeonato. Como não almejam mais nada na competição, várias equipes resolveram tirar o pé, dispensando ou dando férias a muitos dos seus atletas e, com isso, comprometendo seriamente a classificação de outras. Não está certo.
É preciso que os clubes ajam com maior seriedade e cumpram com as suas responsabilidades, entendendo que existem outros interesses em jogo. As emissoras pagam caro pela transmissão desses campeonatos e têm que receber o melhor o tempo todo. É o mínimo. Não fosse isso, é importante considerar que existem aqueles que adquirem pacotes do pay per view e também acabam lesados em seus direitos.

Atenção
Fortes rumores dentro da Globo indicam que os programas do Jô Soares e Serginho Groisman podem ter as suas produções e gravações transferidas para o Rio de Janeiro já a partir do ano que vem. Resta saber como essa notícia será recebida pelos dois.

Nada novo
A situação da Hebe Camargo no SBT ainda é a mesma. Ela gravou o programa na segunda-feira, mas não assinou novo contrato. Essa era a posição até ontem, uma da tarde.

A proposta
Até onde se sabe, a emissora quer reduzir o salário da apresentadora pela metade e aumentar a sua participação nos merchandisings.

Insensibilidade
Claro que isso está longe de atender a expectativa da Hebe. Se fechar, ela vai fechar chateada e esse é um tiro que pode sair pela culatra.

Engano
Diretores mais experientes do SBT reconhecem que há um enorme engano nesta proposta. O correto seria um pequeno reajuste no salário e diminuir a participação da apresentadora nas ações de merchandisings. Simples. Aí tudo se resolveria.

A diferença – 1
Nessas horas é que se vê como as emissoras agem de maneira diferente, o que, no fim, acaba explicando muita coisa. Guardadas das devidas proporções, Hebe Camargo vive hoje no SBT uma fase ou um momento parecido com o da Xuxa na Globo.

A diferença – 2
Só que Globo e SBT administram esses casos de maneira bem diferente. A Xuxa nunca foi exposta da forma que a Hebe vem sendo. E, respeito, numa hora dessas, é o mínimo que ela deveria receber.

Desastre
Já de muito tempo, quem tem alguma intimidade com os bastidores SBT, sabe, que boa parte dos problemas desta emissora tem origem na insensibilidade daquele que cuida das suas contas. É o rei do palpite infeliz. Um estrago na forma de gente.


A perseguida
Julia Lemmertz, Flávia Alessandra (foto), Nicette Bruno e Juan Alba também estão no elenco de “Nada Fofa”, especial que a Globo apresenta dia 23, comandado por Letícia Spiller. No programa, ela vive a personagem Nádia Wolf, que é perseguida o tempo todo por um pinto. Ou melhor, o Pintonildo. O programa foi classificado para depois das 22 horas.

Pé atrás
Há profissionais na Record que estão com contrato vencendo até fevereiro. Muitos já trabalharam com o Del Rangel, no SBT na própria Record. Os telefonemas entre São Paulo e Rio de Janeiro já começaram. O drama é que o SBT ainda provoca muita insegurança.

Veículos mais admirados – 1
A nona pesquisa, realizada entre assinantes do Meio & Mensagem e usuários cadastrados no M&M Online, apontou que a Globo continuou com 63 pontos, mas ampliou a vantagem para a nova segunda colocada, a Record, agora sozinha com 34.

Veículos mais admirados – 2
Apesar de perder um ponto em relação ao ano passado, a TV Cultura, vice-líder em 2007 junto da Record, perdeu quatro pontos e ficou em terceiro. A Bandeirantes subiu um ponto, passando a 27 e dividindo com a MTV a quarta colocação.

Bate-Rebate

…Depois de Andréia Horta e Juliana Silveira, agora foi a vez de Íris Bruzzi.
…Com problemas de saúde, ela também está afastada das gravações de “Chamas da vida”.
…Juliana Silveira, devidamente amparada por muletas, voltou às gravações da novela.
…Os atores de “Revelação” já foram dispensados das gravações, mas os trabalhos de stock shots continuam pelo menos até sexta-feira.
…O SBT intensificou as chamadas da novela, confirmando sua estréia para segunda-feira.
…Carlos Dornelles estréia segunda-feira no “Jornal da Record”, com a série de reportagens que tratam da imigração regional no Brasil”.
…As reuniões na Record para escolher apresentador e participantes do “Fazenda das celebridades” continuam.
Marina Mantega, por exemplo, é um nome.
…De novo na Globo, Guga Coelho viverá um professor de Sociologia, na temporada 2009 de “Malhação”.
…Ao contrário do que aconteceu na semana passada, hoje a Globo transmite para todo Brasil a final da Sul Americana, Inter e Estudiantes.
…A Bandeirantes também.
…Marcilio Moraes, segundo se informa, vai promover um almoço de confraternização entre os autores da Record, sábado, no Porcão, Rio. Prevista, pelo menos, uma saia justa. Era de Margareth Boury a missão de adaptar “Betty a feia”, mas que acabou nas mãos de Gisele Joras. E as duas já confirmaram presenças. http://www.tribuna.inf.br/canal1.asp


Volta de Murdoch muda TV da Bundesliga
Uma guerra de egos e a interferência do Departamento Federal de Carteis da Alemanha foram fundamentais para o desfecho da disputa midiática sobre os direitos de transmissão das próximas temporadas da Bundesliga, o Campeonato Alemão. Depois de aprovar um acordo da Liga Alemã de Futebol (DFL) com a Leo Kirch, o órgão que combate o monopólio no país da Copa do Mundo de 2006 voltou atrás, e a entidade acabou fechando com a Premiere.
O acordo, que vale 255 milhões de euros (R$ 747 mi) por ano até 2012, passando a 275 milhões de euros (R$ 805,75 mi) na última temporada (2012/13), pode ser explicado pelo histórico recente da imprensa alemã. Parceiros até 2002 na Premiere, Leo Kirch e Rupert Murdoch, dono da News Corp., romperam naquele ano porque o magnata australiano das comunicações resolveu abandonar a sociedade, forçando o ex-sócio a comprar suas ações.
O resultado foi a falência do alemão, que voltou à tona neste ano com seu canal próprio na TV fechada e uma proposta de 500 milhões de euros anuais (R$ 1,4 bi) por todas as propriedades e a exclusividade na transmissão da Bundesliga. Essa proposta, porém, foi mal vista pelo Departamento de Cartéis da Alemanha, que entendeu o acordo como monopólio e exigiu que alguns lances e videoteipes dos jogos pudessem ser veiculados na rede aberta.
Em um primeiro momento, a companhia de Leo Kirch chegou a fechar um acordo, mas logo voltou atrás em sua decisão. O canal, então, ganhou um concorrente de peso. Incitado pela presença de seu agora rival, Rupert Murdoch, que controla, entre outras redes, o grupo Fox, voltou à Alemanha adquirindo 25% das ações da Premiere, que acabou vencendo a disputa na TV fechada e na internet.
Além desse contrato, a DFZ também deve lucrar com acertos referentes à TV pública e outras mídias alternativas, que devem gerar mais 608 milhões de euros (R$ 1,7 bi). Ao todo, a Bundesliga deve receber cerca de 412 milhões de euros por ano (R$ 1,2 bi), cerca de 7 milhões de euros (R$ 20,5 mi) a mais que o último contrato, que rendeu 405 milhões de euros por temporada (R$ 1,18 mi), mas abaixo da pedida de Leo Kirch (500 mi de euros).


TROCA DE FAMÍLIA: mãe da Argentina troca de casa com mãe brasileira
Começaram as gravações de Troca de Família com uma mãe da Argentina. O desafio da troca será entre uma numerosa família de negros brasileiros e uma descolada e pequena família de Vicente Lopes, cidade próxima de Buenos Aires, na Argentina. As mães trocaram de casa hoje e, nos próximos dias, terão o desafio de viver em uma nova realidade social e cultural, além de enfrentar as dificuldades do idioma.
A família argentina, formada pela mãe, o pai e a única filha, não é nada careta. A mãe Maribel é espanhola, já morou nos Estados Unidos e foi punk. Hoje é maquiadora de cinema, estudante de reflexologia e adora não se preocupar com horários. Gustavo, o pai, é dono de um bar, que atende na sua maioria turistas. O que não lhe falta experiência para lidar com as pessoas. A filha do casal se chama Kira, tem 18 anos, é universitária, dedicada e ajuda os pais a tocar o bar. Eles levam uma vida tranqüila, sem muito estresse, em uma das mais charmosas cidades latinas.
A família de São Paulo é constituída pelo casal: Luiz Carlos e Liliam, que são descendentes de famílias negras e humildes, seus filhos: Patrícia, Lucas e Matheus, o genro Christian (marido de Patrícia) e os netos: Patrick e Aaliyah. União é uma característica importante da família, que conquistou estabilidade financeira a custo de muito trabalho, e sucesso profissional com muita determinação. A família mora em uma casa grande, com piscina, churrasqueira, carros na garagem e todo conforto que sempre desejaram. Para adquirir tudo o que têm, eles enfrentaram e ainda enfrentam muito preconceito. Liliam conta que muitas vezes atendeu a porta da própria casa e ouviu “a patroa está?”. A mãe desta família é biomédica, mestre em microbiologia pela USP e atualmente faz doutorado em laser também na Universidade de São Paulo. É ela quem mantém a casa em ordem e quem quer sempre dar a última palavra. Em Buenos Aires, Liliam vai precisar driblar o idioma e ainda viver em uma sociedade composta pela grande maioria de brancos.
Mais do que um intercâmbio cultural, a troca Brasil x Argentina vai promover uma discussão sobre o preconceito racial. A história de vida dessas duas famílias pode proporcionar uma saudável discussão sobre o tema.
O programa já gravou para esta temporada a troca de uma mãe portuguesa com uma outra brasileira. A participação de mães estrangeiras é uma das novidades desta terceira temporada de Troca de Família. http://www.rederecord.com.br/imprensa/noticias.asp?n=9538


ZAPPING
Fabíola Reipert

MPF quer multar Sonia Abrão
Sonia Abrão falou ao vivo com o seqüestrador e com a adolescente. O Ministério Público Federal pediu indenização de R$ 1,5 milhão (o dinheiro vai para projetos de direitos humanos) pelo fato de a imagem da menor, Eloá, ter sido usada sem autorização judicial. Além disso, segundo o MP, Sonia interferiu na atividade policial, colocando a vida da adolescente e dos envolvidos na operação em risco. A Rede TV! diz que não foi notificada e que se sente censurada. Quanto à Globo, que também exibiu entrevista (gravada) feita por Zelda Mello, o ministério diz que enviou um ofício ao RJ, onde fica a sede da emissora. A Record também exibiu entrevista, mas o ministério afirma que não teve conhecimento oficial.

Madonna virá com o namorado ao Brasil
Madonna vem ao Brasil com o jogador de beisebol Alex Rodriguez, o novo (e belo) namorado, e com os filhos. Uma secretária da cantora foi, dia desses, ao consulado brasileiro, em Nova York, para tirar os vistos, inclusive o de Alex.

Línguas afiadas
O vídeo de Ana Maria Braga xingando Marcelo Silva, ex-marido de Susana Vieira, está bombando no YouTube. E tem cada comentário picante…

Reality show
O “Especial Aprendiz”, de Roberto Justus, causou ligeira queda na audiência da Record, na noite desta segunda. Registrou média de 8 pontos no Ibope contra os 10 habituais do “Repórter Record”.

Indenização
Ratinho terá de pagar R$ 225 mil ao ex-jogador Falcão por ter levado a ex-mulher do comentarista ao seu programa, no SBT, para acusá-lo de sumir com o filho do casal. Ratinho não comentou o assunto. http://www1.folha.uol.com.br/agora/zapping/za0312200801.htm


OLÁ!
Odair Del Pozzo

Solange Couto está internada no Sírio
Solange Couto está no Sírio-Libanês desde a tarde de ontem, onde continuará o tratamento da isquemia cerebral que teve em Goiás, na noite de domingo. A atriz teve alta do Hospital Santa Mônica, em Goiânia, na manhã de ontem, e voou para São Paulo para se internar aqui. Segundo boletim do Sírio, Solange fará exames e não há previsão de alta. Ela deve ficar afastada de “Três Irmãs” por 15 dias. Sua personagem vai viajar.

Amor voador
Como Roger não foi liberado para as festividades de fim de ano no Brasil, Deborah Secco viajará para ficar um tempo com o namorado no Qatar (Oriente Médio). Não esquece o véu, hein? Lá não é Rio de Janeiro, não.

Ex de político
Renata Banhara diz que Frank Aguiar não lhe dá sossego, pois, agora, quer viajar com o filho Breno em um cruzeiro: “Acontece que o menino não está bem de saúde e ainda tem mais uma semana de aula”, conta.

Vai vendo
Segundo Renata, Frank tem pressionado muito e isso está incomodando a loira. Procurada, a assessoria de Frank Aguiar disse que ele não se manifestaria, pois “está com o celular desligado e já embarcou”. Cuidado, pois praga de ex é horrível, né, Nicéia?

Repeteco
Leila Lopes gostou tanto que repetiu a dose. Já está pronto o segundo pornô dela pela Brasileirinhas, “O Pecado Sem Perdão”. A gente merece, né?

Parabéns, papi
Otávio Mesquita vai ser papai. Melissinha está de quatro semanas e Otavinho está guardando segredo. Aí o governador do Rio foi parabenizá-lo, mas o apresentador pediu para abafar o caso. Parabéns, parabéns. Gente, quanto fertilidade, né, Joana Prado? Olha o patrocínio…

Pistolão
Rodrigo Phavanello não passou no teste de “Malhação”. E não adiantou chamar a Cláudia Jimenez. Já Antonia Fontenelle entrou. Já estão falando que é porque ela é casada com Marcos Paulo, diretor do núcleo da trama. http://www1.folha.uol.com.br/agora/ola/ol0312200801.htm


[/size]CANAL ZAP[/size]
Kelly Valente/TV Press

Início das produções
Em janeiro, começam as gravações de “Paraíso”, próxima novela das seis da Globo. A trama de Benedito Ruy Barbosa deve estrear em março.

Negociante
Em “Caminho das Índias”, próxima novela das oito da Globo, Ricardo Tozzi será Komal, irmão de Maya, interpretada por Juliana Paes, e casado com Rami, de Brenda Haddad. Na trama de Glória Perez, o personagem é filho de Manu, vivido por Osmar Prado, e Kochi, de Nívea Maria. “O Komal é um indiano bem tradicional e pertence à casta dos comerciantes. Ele procura por uma noiva no início da novela e quando surge uma pretendente, negocia o dote sem nem conhecê-la direito”, conta o ator, que foi o Cândido de “Pé na jaca”, seu último trabalho em novelas. “Caminho das Índias” estréia no dia 19 de janeiro.

Disfarce
Em “Os mutantes”, da Record, Irma, interpretada por Patricya Travassos, e César, vivido por Cássio Scapin, se disfarçam de roqueiros e fogem para o Depecom não descobrir suas verdadeiras identidades. A cena está prevista para ir ao ar no dia 5.

Aquisição
A Band comprou a série “Punk, a levada da breca”, que já foi exibida pelo SBT. O seriado ainda não tem previsão de ir ao ar.

Gente boa
Depois de viver o Roberto de “Vidas opostas”, da Record, Marcelo Escorel volta à TV em “A lei e o crime”, seriado da emissora previsto para estrear em janeiro. Na história, ele será Juvenal, primo de Nando, interpretado por Ângelo Paes Leme. Trabalhador e simples, Juvenal será vítima da própria generosidade.

Nova série
Em abril, a Globo estréia a série “Tudo outra vez”, com direção de José Alvarenga. Serão nove episódios sobre a história de uma arquiteta com três filhos, recém-separada do terceiro marido. Ela se apaixona por um engenheiro saindo do segundo casamento, pai de uma filha. Mas os dois não sabem se devem levar o relacionamento adiante.

Rápidas

– No “Vídeo show”, Ricardo Pereira fala sobre o amor que João, seu personagem em “Negócio da China”, sente por Lívia, de Grazi Massafera. No ar às 13h45, na Globo.

– O “Cinema em casa” exibe o filme “O pequeno grande time”, com Rick Moranis, Ed O’Neill e Brian Haley no elenco. No ar às 14:h15, no SBT.

– O “MTV na rua” discute a relação entre médicos e pacientes que vem mudando com a internet, em função do acesso cada vez maior às informações. No ar às 18h, na MTV.

– Em “House”, um famoso músico de jazz, é avisado pelos médicos de que está com ALS, doença neurodegenerativa fatal, mas House não concorda com o diagnóstico. No ar à meia-noite, na Record.

FOI BEM
Clarice Falcão como a Mariana de “A favorita”, da Globo. A atriz não estava bem no início, mas está melhorando aos poucos e dando mais dramaticidade para sua interpretação.

FOI MAL
Mariana Ximenes na cena em que Lara, sua personagem, briga com Halley, de Cauã Reymond, depois de descobrir que foi traída e que o namorado engravidou Céu, de Deborah Secco, no capítulo da última segunda-feira de “A favorita”. A atriz tem potencial para fazer melhor e se entregar mais nesse tipo de situação. http://www.tribunademinas.com.br/dois/zap.php

Ir ao Topo    Voltar ao topo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: