MAIS DA TV 2


ZAPPING
Fabíola Reipert

Falabella se irrita ao perder espaço na Globo
Miguel Falabella está chateado. Devido à baixa audiência, a Globo vai encurtar ” Negócio da China” em três semanas. A média da novela das seis é de 22 pontos no Ibope, sendo que a meta para o horário é de 30, no mínimo. Procurado pela coluna, Falabella não respondeu ao e-mail. Benedito Ruy Barbosa vai substitui-lo com o remake de “Paraíso”, que estréia em março.

Crise?
Há rumores de que o ator Wagner Moura e a mulher, Sandra Delgado, estão passando por um período turbulento no casamento.

O tempo fechou
Durante uma festa, em SP, Sandra passou o tempo todo de cara amarrada e ficava pedindo para ir embora. Quando uma repórter perguntou quando virá o segundo filho do casal, o ator respondeu: “Isso não é da sua conta”.

Microfone
Silvio Santos mandou convidar Ellen Jabour para apresentar os dez shows que vão acontecer no hotel dele, no Guarujá, em janeiro. Ela aceitou e ficou envaidecida com o convite.

Pedido
Cláudia Jimenez diz que foi convidada para “Negócio da China”, de Miguel Falabella, mas ela ligou pedindo.

Fechado
Dado Dolabella fechou a participação na sitcom de Tom Cavalcante, “Louca Família”, por R$ 5.000 mensais. http://www1.folha.uol.com.br/agora/zapping/za0812200801.htm


CANAL 1
Flávio Ricco

Parque de diversão
Não tem como esconder que nessa luta de todos os dias, existem momentos curiosos, inexplicáveis e até divertidos. Na semana passada, foram feitas críticas ao comportamento do SBT e à demora em resolver o caso da Hebe Camargo. Entre outras coisas, reclamou-se da falta de respeito a esta apresentadora.
Ela deveria, no mínimo, receber um tratamento diferenciado, algo que só aconteceu na sexta-feira, por ocasião do encontro direto com Silvio Santos. Depois reclamam que ele não delega. Quando delega, pelo que se viu, os seus segundos não resolvem.
No meio disso, houve uma crítica também ao responsável pelas contas do dinheiro da emissora, estrago em forma de gente e causador de muita coisa ruim que aconteceu nesses últimos tempos. Alguém de extrema insensibilidade.
Não foi dado o seu nome, mas, curiosamente, vieram me contar, a carapuça serviu pra mais de um.
Agora quem está curioso sou eu: quem serão esses outros?

Ponto 1
As vitórias do Gugu Liberato sobre o “Fantástico” têm se tornado mais freqüentes e hoje não acontecem apenas em São Paulo, mas em outros pontos importantes, inclusive no Rio, onde a Globo sempre passou por cima de todo mundo.

Ponto 2
O problema é que o “Fantástico” perdeu a sua essência. Não adianta trocar de apresentador, enfeitar o cenário e se utilizar desses incríveis recursos que o mundo moderno oferece. O bom “Fantástico” era aquele que surpreendia a todos, com as suas novidades jornalísticas e musicais.

Ponto 3
O mundo avançou tecnologicamente, só que o gosto de quem vê televisão não se alterou de forma tão radical. Se o “Fantástico” voltar com a sua base do passado, também terá o público de volta. Gugu tem um programa popular e sabe usar muito bem o que agrada boa parcela do público. A Globo, no caso, tem que fazer um pouco disso. Ir ao encontro do telespectador e não achar que só o telespectador deve correr atrás dela.

Ponto 4
O “Fantástico” totalmente entregue ao Jornalismo vai perder cada vez mais. Tem que recuperar a fórmula bem temperada de antes, com jornalismo sim, mas não esquecendo das matérias de entretenimento. Agora resta saber quando vai cair essa ficha.

Faixa nobre
A Globo conseguiu classificação livre para o especial “Xuxa e as Noviças”, porém o programa, que irá ao ar dia 24, será apresentado logo depois da novela “A Favorita”.

Mais um, não.
O SBT também vai entrar nessa dos vampiros. Vem aí o seriado norte-americano “Moonlight”, produção da Warner. A boa notícia: nos EUA, “Moonlight” já virou pó.

Sessão naftalina
A Globo tem o “Vale a pena ver de novo”, espaço muito próprio para reapresentar as suas novelas antigas. Não precisa de outro. Mais uma vez absurda essa idéia de remontar “Paraíso” às 6 da tarde. Com certeza não vão fazer melhor que a vez anterior, então que produzam uma coisa nova.

Natpe
A feira Natpe, de Las Vegas, em janeiro, já mexe com o mundo. As redes brasileiras estarão representadas. A Globo, por exemplo, vai com duas equipes, uma – comandada por Roberto Buzoni, encarregada de comprar; e outra, liderada pela área internacional, que pela primeira vez irá negociar formatos produzidos por ela.

Beira mar
No “Bom Dia Brasil”, de sexta-feira, a moça do tempo, batizou uma nova praia em Santos. Falou em Praia de Aparecida, quando a imagem era da José Menino. Coisas do catecismo.

Bandida da história
Juliana Silveira, ainda às voltas com as gravações de “Chamas da Vida”, será a vilã da próxima novela de Ana Maria Moretzsohn na Record: “Corpos Partidos”.

Bate–rebate

…O SBT tem coisas interessantes. O “Chaves”, por exemplo. Um pronto socorro. Atende qualquer emergência.
…Nas novelas é a mesma coisa, mas com personagem vivo e diferente.
…David Grinberg saiu, mas não saiu. Ele fica ali, na espera, depois volta pra arrumar o estrago.
…Osmar Prado é o ponto de apoio de muitos atores em começo de carreira da Globo.
…Está sempre pronto para atender e passar um pouco da sua experiência a todos.
…Os diretores Luis Antônio Piá e Rodolfo Silot, que trabalharam com Del Rangel na Bandeirantes, desembarcam no SBT em janeiro.
…E as demissões não param.
…Na sua convenção em Gramado, a Bandeirantes anunciou o desejo de ter a próxima Copa do Mundo na África e a Copa das Confederações.
…A implantação da TV Digital em várias praças também foi um assunto discutido durante a convenção.
…O programa da Hebe, hoje à noite, como não poderia deixar de ser, terá muita coisa da novela “Revelação”.
…Aliás, esta é a esperada estréia do SBT, nesta segunda-feira, depois do capítulo de “Pantanal”.

C´est fini
Eli Halfoun sempre foi um dos craques no colunismo da nossa tevê. Amigo de velhas e boas jornadas, que em breve estará de volta. Ele mandou o seguinte: “fala-se muito em A Favorita, mas não se toca no bom trabalho do Iran Malfitano, que faz um Orlandinho perfeito como gay “engavetado”.
Não transformou o personagem em caricatura, como costuma acontecer e muito menos em um viadinho de piada. É para mim um dos melhores trabalhos da novela na qual destacam-se a Patrícia Pillar – só ela com a carinha de anjo conseguiria fazer uma vilã tão dissimulada e a Cláudia Raia que vive seu melhor momento de atriz na televisão”.Assino embaixo, Eli. Absss. E é só. Tchau! http://www.tribuna.inf.br/canal1.asp


OLÁ!
Odair Del Pozzo

Sean Penn pede mais cenas gays em filme
Na contramão de tudo, o ator Sean Penn pediu para que o filme “Milk” tivesse mais cenas picantes entre ele e o ator James Franco, seu par romântico na fita. A notícia é do site do “The Sun”. Penn fará um ativista homossexual na trama. No roteiro original havia só uma cena de beijo. Mas, depois da solicitação de Penn, o diretor Gus Van Sant acrescentou outras tantas. Vamos ver se valeu a pena ou se foi só apelação mesmo.

Preste atenção!
Outro dia, na sala de aula do curso de jornalismo, Amílcare Dallevo chamou a atenção da turma por sua sonolência. Tadinho, pensa que é fácil ser presidente da Rede TV! e ainda fazer faculdade pela manhã? Olha o exame…

Joguinhos
Ana Maria Braga é louca por videogames. Ela tem de tudo quanto é tipo. A loira é boa de jogo, sabia? Se é.

O mundo roda 1
Marcia Goldschmidt está cansada da ponte aérea São Paulo-Miami. “Eu levo oito horas dos Estados Unidos para cá e quatro horas de Guarulhos para o Morumbi. Assim não dá”, diz ela. Quer trocar?

O mundo roda 2
Mas, ao dizer que fez meditação com Madonna, em um hotel dos States, Marcia até se esquece do estresse do trânsito. Quem pode, pode.

Celebridades
Como diria o outro, nunca antes neste país se investiu tanto em Carnaval fora de época quanto o Rio Grande do Norte, no Carnatal. Teve Ivete Sangalo, Cláudia Leitte, Deborah Secco e mais um monte de presença vip. O repórter potiguar Nélio Jr. teve de rebolar para dar conta.

Quase virando
A russa Lola, que você conheceu aqui, na fotona, deu um show no “Programa do Jô”. A loira, persistente, quer porque quer ter uma atração no Brasil. Ela e a Hebe…

Parabéns
O disco homônimo da cantora brasileira Maria Bethânia e da cubana Omara Portuondo entrou na lista dos cem melhores CDs de 2008 do jornal britânico “The Times”.

Nada disso
Alemão está namorando uma anônima. Feliz da vida. Pobrezinha, cada vez que sai publicado que ele está com alguma famosa, a moça sofre. Vai se acostumando. http://www1.folha.uol.com.br/agora/ola/ol0812200801.htm


Cláudia Jimenez almoça com a ex-namorada no Rio
A atriz Cláudia Jimenez almoçou com a ex-namorada, Stella Torreão, neste sábado no restaurante Quadrucci, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.
Recém-separada de Rodrigo Phavanello, de quem ela se recusa a falar para “esquecer”, Claudia mostrou-se sorridente e até posou para as fotos.
A atriz e Stella Torreão são sócias de uma academia no Rio e mantiveram um relacionamento assumido por cerca de dez anos. Ela separou-se da personal trainer no ano passado para ficar com Rodrigo Phavanello. Eles se conheceram durante a novela global ‘Sete Pecados’. http://odia.terra.com.br/cultura/htm/claudia_ji…no_rio_217278.asp


Atores são atacados após partida de futebol no Rio
A seleção de futebol de artistas, o Planet Globe, passou por alguns apuros após uma partida na cidade de Volta Redonda, Rio de Janeiro, neste sábado. Alguns membros do time, como os atores Nicola Siri e Thiago Martins, tiveram seus cabelos puxados e corpos arranhados por fãs que os aguardavam na entrada do vestiário.
Os seguranças do local tiveram que fazer um corredor para que os famosos passassem, mas a proteção não adiantou. “O que vou explicar em casa com esses arranhões pelo corpo”, disse Nicola Siri ao sair do campo.
O jogo marcou a inauguração de um novo espaço recreativo da cidade. O Planet Globe jogou contra um time local e ganhou de 6 a 4 no placar final. Cinco gols foram marcados pelo ator Daniel Erthal (foto) e o outro por Thiago Martins, namorado de Fernanda Paes Leme. http://odia.terra.com.br/cultura/htm/atores_sao…no_rio_217259.asp


‘Mutantes’ terá terceira temporada em abril
A novela Os Mutantes, que na primeira fase tinha o nome de Caminhos do Coração, emplacará mesmo uma terceira temporada, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo. A estréia é prevista para abril de 2009.
Com uma narrativa fantástica, com mutantes, seres místicos e mundos paralelos, Os Mutantes caiu nas graças do público infanto-juvenil e chega a incomodar a Globo, com picos de 15 pontos.
Ainda não se sabe se os protagonistas da versão original continuarão na série. http://odia.terra.com.br/cultura/htm/_mutantes_…_abril_217258.asp


Quinta, 23h15, na Record – Dois é Bom, Três é Demais (You, Me and Dupree, EUA – 2006) – Inédito. Direção: Anthony Russo. Elenco: Owen Wilson, Kate Hudson, Matt Dillon, Michael Douglas, Seth Rogen.


Domingo, 23h15, na Record – 007 – Cassino Royale (Casino Royale, EUA/ Reino Unido, 2006). Inédito. Direção: Martin Campbell. Elenco: Daniel Craig, Eva Green, Mads Mikkelsen, Jeffrey Wright, Giancarlo Giannini, Judi Dench.


OUTRO CANAL
Daniel Castro

Globo grava em São Paulo série “descolada”
Baseado nas tiras de Adão Iturrusgarai publicadas na Folha, “Aline” será todo gravado em São Paulo. O especial de fim de ano da Globo, no ar dia 30, tem grandes chances de virar seriado na programação de 2009, avalia Manoel Martins, diretor-geral-artístico.
“O programa terá toda a irreverência das tiras do Adão. A adaptação está virando uma comédia romântica que parte de uma coisa ousada, que é a relação aberta de uma mulher com dois homens”, afirma o roteirista Mauro Wilson.
Segundo Wilson, “Aline” será fiel à tira. “Só demos uma limpada no que não pode ser mostrado na TV”, admite. Ou seja, Aline, que será interpretada por Maria Flor, dividirá a cama com Otto (Pedro Neschling) e Pedro (Bernardo Marinho), mas não aparecerá nua. “A Aline é uma mulher de atitude, trabalha, comanda”, diz.
Maria Luisa Mendonça interpretará a mãe da protagonista. Daniel Dantas fará o pai e Marco Ricca, o analista. O músico Branco Mello está desenvolvendo a trilha sonora. A direção será de Maurício Farias, o mesmo de “A Grande Família”.
“Aline” terá externas em ruas e parques de São Paulo, como o Ibirapuera. Um apartamento no centro da cidade será a principal locação. Não haverá gravações em estúdios no Rio.
Se vingar, será o primeiro seriado da Globo totalmente gravado em São Paulo, idéia que a rede amadure há anos.

BALANÇO 1
Este será o pior ano para a Globo no Ibope. Mas será o melhor em faturamento. A rede deve fechar 2008 com uma receita de R$ 7,5 bilhões, quatro vezes a mais do que a Record.

BALANÇO 2
Até novembro, a Globo marcava média diária (das 7h à 0h) de 19,3 pontos no Ibope nacional. Seus piores resultados foram em 2001 e no ano passado, com 20,3 pontos.

BALANÇO 3
O desempenho da Globo em 2008 ficará abaixo de 1999, quando era incomodada pelo “Programa do Ratinho”, e de 2001, quando o SBT surpreendeu com “Casa dos Artistas”. Mas sua audiência ainda é gigantesca: quase três vezes a da Record (7,3 pontos no Ibope nacional), a vice-líder.

DUAS EDIÇÕES
A versão do “Hoje Em Dia” que a Band prepara para 2009 terá duas edições. Uma, das 8h às 11h30, será apresentada por Patricia Maldonado e Daniel Bork. Outra, à tarde, depois de um programa de Silvia Poppovic e antes do “Márcia”, será ancorada por Gilberto Barros -caso ele feche novo contrato.

RENOVAÇÃO
O SBT não descartou Carlos Massa, o Ratinho, cujo contrato vence dia 31. Silvio Santos está pessoalmente negociando com o apresentador-empresário.

ROMBO
É cada vez mais feia a fotografia do “Olha Você” (SBT) no Ibope. Quinta passada, entrou no ar com 4,2 pontos. Derrubou para 1,2. Chegou a perder para R.R. Soares, na Rede TV!, e a empatar com a Gazeta.


Apresentador aventureiro do Discovery sofre acidente na Antártida
O apresentador Bear Grylls, que estrela o programa “À Prova de Tudo” no Discovery Channel, sofreu um acidente durante uma expedição na Antártida. Ele ficou ferido no ombro depois de uma queda.
O Discovery informou que o apresentador não estava gravando para o programa, mas fazia uma expedição independente.
O canal ainda disse que Grylls está a caminho da Inglaterra, onde vive, para tratamento médico e avaliação da gravidade do ferimento.
Grylls, 34, é um ex-oficial das Forças Especiais Britânicas e, no programa, viaja a locais inóspitos ou selvagens para demonstrar técnicas de sobrevivência.
No Brasil, o programa é exibido às terças, às 15h, e domingos, às 18h, no Discovery Channel.
Recentemente, ele publicou nos Estados Unidos o livro “Man vs. Wild”, uma espécie de manual, em que explica desde como absorver o líquido dos globos oculares dos peixes até como tratar as serpentes venenosas. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u476504.shtml


CONTROLE REMOTO
Patrícia Kogut

‘Três irmãs’: um mergulho no baú de Calmon
OK, “Três irmãs” parece uma repetição de outras novelas de Antônio Calmon ambientadas no universo do surf. A trama, sem grandes novidades, deixa a impressão de se estar assistindo a um genérico de outros folhetins do mesmo autor.
Mas é também nesse poço de referências a trabalhos anteriores dele que está o melhor dessa história.
Calmon é experiente e sabe os filés mignons que têm no currículo.
Por exemplo, a dupla Vidigal (Luiz Gustavo) e Chuchu (Otávio Augusto) vem divertindo. Dia desses, eles apareceram na pensão fantasiados de… Juba e Lula, “dois surfistas das antigas”, como explicou Vidigal. Eles procuravam? “Um quartinho para dar uma chapada depois de pegar umas ondas chocantes”. O público pode ter passado batido pela piada, mas quem viu “Armação ilimitada” nos anos 80 entendeu. A cena era um lembrete sobre do que Calmon já foi capaz. Ele — junto com Euclydes Marinho, Charles Peixoto, Patrycia Travassos, Nelson Motta, Daniel Más, Mauro Rasi, Vicente Pereira e Vinícius Vianna — escreveu o seriado até hoje lembrado como uma das melhores produções da TV aberta. Juba (Kadu Moliterno) e Lula (André di Biase) representaram a consolidação de tendências de comportamento e até de um vocabulário dos anos 80 que estavam ruas do Rio mas ainda não tinham chegado à TV para o Brasil.
Difícil é repetir esse feito hoje. Ainda assim, “Três irmãs” muitas vezes é espirituosa e reflete a vasta experiência de Calmon. A direção de Dennis Carvalho é muito competente, a novela tem unidade visual, uma trilha que dá vontade de cantar junto e um elenco cheio de talentos. Se a sensação de déjà-vu denuncia ambição criativa que deixa a desejar, ela traz um humor e referências que são bem-vindas. Se o baú em que o autor se inspira é da melhor qualidade, por que não?

‘Caldeirão’ reforma bandas
Luciano Huck vai testar, no último “Caldeirão” do ano, o formato de um quadro. Dependendo da aprovação, ele entrará no ar com regularidade no programa em 2009. “Olha a minha banda” é uma espécie de “Lar doce lar” para bandas de música.

Tudo novo
O “Caldeirão” dará os instrumentos e figurinos e contratará o produtor para “reformar” uma banda de música.

MOSTRANDO QUE está se recuperando bem da plástica que teve que fazer depois da agressão sofrida numa boate, Marcello Novaes foi ao show de Frejat no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico. “Disse ao Frejat que já está na hora de me dar uma carteirinha de sócio: não perco um show dele”, brincou o ator

Falou de caça…
No “Saia justa”, Maitê Proença disse que “Se o desorientado do Bush caçasse não teria invadido o Iraque”. Agora está sendo caçada por uma legião politicamente correta.
“Todas as sociedades, de proteção aos carrapatos, até aos unicórnios, estão em cima de mim. Gente que possivelmente aprecia uma picanha, uma galinha de granja, um robalo asfixiado aos poucos nas redes de pescadores”, diz ela. Leia o desabafo da atriz no www.oglobo.com.br/kogut.

Cofrinho
A menina Maísa, arsenal de tiradas divertidas no SBT, vai poder comprar vários “praystation”, como ela diz. Assinou contrato para estrelar uma campanha de palha de aço.

Viajando
Fernanda Machado vai a Havana representar o longa “Tropa de elite” no Festival do Novo Cinema Latino-Americano. Depois, fará o mesmo em Belgrado.

NOTA 10
Para Benito Di Paula no “Programa do Jô”. Dedicaram dois blocos inteiros a ele, que contou mil histórias saborosas, se emocionou e cantou. Se não viu tem no http://programa dojo.globo.com. Vale a pena.

NOTA 0
Para “Dilemas de Irene”, do GNT. O programa é bobinho. Mônica Martelli é carismática, mas parece repetir personagens que já interpretou. Enfim, uma decepção. http://www1.oglobodigital.com.br/flip/?idEdicao…kogut&origem=


Viciado em sexo
Os produtores da série americana “Californication” procuram casa no Joá para alugar no verão. Querem gravar por lá parte da nova temporada. A série é estrelada por David Duchovny, de “Arquivo X”, que interpreta um viciado em álcool e sexo.

Ela veste Prada
Adriana Calcanhotto e Carolina Dieckmann doaram roupas para o bazar que Cleo Pires e Preta Gil vão fazer quarta-feira, na Hideaway, em Laranjeiras. A renda será revertida para as vítimas das enchentes em Santa Catarina. “A coisa mais cara é uma bolsa Prada de R$ 200”, diz Preta.

Humor de pirata
Camelôs rebatizaram artistas na capa dos CDs que vendem na Uruguaiana: Ana Carolina virou “Ana Masculina”; Kelly Key, “Kelly Dey”; e Marcelo D2 é “Marcelo D4”.
Os CDs, por dentro, são os dos artistas verdadeiros.

Que nem o Rei
Cover de Roberto Carlos, Carlos Evaney vai fazer no próximo dia 28 um cruzeiro como o do Rei. “São seis horas de passeio pela Baía de Guanabara”, diz. O show começa quando o navio atraca na Urca, em frente à casa de Roberto. Os ingressos custam R$ 100. http://www1.oglobodigital.com.br/flip/?idEdicao…20boa&origem=


Estúdios de TV americanos estão em busca de projetos estrelados por negros
Deve dizer algo sobre a atual situação da televisão americana o fato de que há mais negritude na presidência dos Estados Unidos do que entre os protagonistas de séries dramáticas. Mas depois de anos de não-brancos em papéis secundários, o frisson que cercou a eleição de Barack Obama pode abrir portas para as minorias na TV dos EUA, dizem executivos.
Ben Silverman, da NBC Entertainment, que supervisiona o estúdio de televisão do grupo, conta que anda brigando por novos projetos estrelados por minorias.
– Vamos lutar por isso de qualquer maneira, mas não há como negar que o poder de Barack Obama aponta para essa direção – diz.
As pistas indicam que a política de neutralidade racial ainda não produziu uma leva de protagonistas negros, pelo menos nas séries dramáticas. Enquanto isso, as comédias com personagens da raça negra são tradicionalmente um tiro certeiro das emissoras.
O ator Dennis Haysbert, que viveu o presidente David Palmer em “24 horas”, também participa da série dramática “The unit”, da NBC. Além disso, o venerável drama “E.R.” ganhou a adição de Angela Bassett, que muitos executivos da Warner hoje apontam como protagonista da série. Mas tanto “E.R.” quanto “The unit” são atrações sem protagonismo óbvio, um gênero que por décadas foi um meio para atores negros conseguirem uma brecha.
– Se o presidente eleito tiver alguma influência sobre a chamada base liberal de Hollywood, que seja para chamar atenção para o mundo multicultural no qual vivemos – afirma Tim Reid, astro e executivo da finada “Frank’s place”, da CBS. http://oglobo.globo.com/cultura/revistadatv/mat…ros-586854456.asp


Luciano Szafir deixa hospital após intoxicação com fumaça
O ator Luciano Szafir recebeu alta médica e deixou o Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, na noite de domingo (7), por volta das 22h30.
Ele foi internado com problemas respiratórios, depois de ter inalado fumaça no princípio de incêndio ocorrido no apartamento da apresentadora Xuxa Meneghel, na última sexta-feira (5).
De acordo com a assessoria do hospital, de sábado (6) para domingo (7) ele passou bem à noite. Os médicos ainda não tinham descartado a possibilidade de uma infecção respiratória, porque este quadro pode se manifestar em até 72 horas. Mas já avaliavam a possibilidade de alta. http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL914743-5…O+COM+FUMACA.html


Angelina Jolie é a atriz mais bem paga de Hollywood
Angelina Jolie é a atriz mais bem paga de Hollywood, segundo o ranking anual feito pela publicação especializada na indústria do cinema Hollywood Reporter.
Segundo o ranking, Jolie pode ganhar até US$ 15 milhões por apenas um filme.
Ela está à frente das atrizes Julia Roberts e Reese Witherspoon, que foi apontada como a mais bem paga no ano passado e agora aparece na terceira colocação.
Já as vencedoras do Oscar Nicole Kidman e Halle Berry podem ganhar até US$ 10 milhões por uma produção.
Jolie, de 33 anos, ganhou US$ 15 milhões este ano pelo filme O Procurado e pode levar até US$ 20 milhões para estrelar a seqüência do filme.
No ano passado, ela pegou a segunda colocação na lista.
Atualmente a atriz está em cartaz com o filme A Troca, de Clint Eastwood. http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/12/07/…ood-586887141.asp


Juliana Paes: ‘Sou expansiva, faço deboche, gesticulo muito. Isso na Índia é o maior mico. Devem ter me achado maluca’
Conversar com Juliana Paes, de 29 anos, não é tarefa simples. Não porque a moça seja uma estrela no sentido pejorativo, mas por pura falta de tempo da bela, que sempre tem algo para fazer: estudar texto, fotografar, ir à aula de hip hop, ioga e dar atenção ao marido, claro. Agora que grava “Caminho das Índias”, próxima novela das oito que estréia em janeiro, em que viverá a indiana Maya, sua primeira protagonista, ficou ainda mais complicado.
No entanto, quando a agenda desta jovem atriz permite, a conversa rende. “Ai, fiquei rouca de tanto falar com você!”, brincou, ao final da entrevista. Não é difícil entender por que Glória Perez a quis em sua novela. Além de bonita, Juliana mantém os pés no chão e é carismática. Nem os indianos resistiram à simpatia dela. http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/12/07/…ca_-586883154.asp


PAPO DE BOLA – PAPO DE MÍDIA
Edu Cesar

Resultado da enquete da semana passada, cuja pergunta foi “a la Oscar Roberto Godoi, dê uma medalha para as transmissões de futebol da Band em 2008”: 35,34% (41 votos) para “Lata”; 31,90% (37 votos) para “Bronze”; 27,59% (32 votos) para “Prata”; e 5,17% (6 votos) para “Ouro”. A última enquete do ano está no ar, para votação ao longo desta semana.

As três rádios AM de Porto Alegre tiveram coberturas semelhantes: prioridade total para Grêmio x Atlético Mineiro e Goiás x São Paulo, e acompanhamento menor de Figueirense x Internacional. O que diferenciou as emissoras foi o jogo do São Paulo: a Gaúcha enviou o narrador José Aldo Pinheiro e o repórter Eduardo Gabardo ao DF; a Bandeirantes enviou o repórter Rodrigo Weber; e a Guaíba fez tudo dos estúdios. Da Bandeirantes ainda, a destacar que Gustavo Berton narrou e reportou a partida do Inter atrás de uma das goleiras, inclusive sendo flagrado pela câmera do PFC no gol colorado.

Deu no “Painel FC”, de Ricardo Perrone, na Folha de S.Paulo: a cada informação sobre uma suposta tentativa do São Paulo de enviar convites do show da Madonna a Wagner Tardelli, a Gaúcha colocava como fundo musical temas da cantora. Mas a melhor brincadeira o Perrone não ouviu – ou ouviu e não registrou pois os leitores paulistas não sacariam: foi quando o repórter Luciano Périco brincou que também no Olímpico havia suborno com ingressos de show musical, mas aí para o show do próprio colega de rádio, o comentarista Nando Gross (que também é músico profissional).

Das 10 partidas finais do Brasileiro, apenas uma não recebi ao vivo, contando TV aberta, Sportv e PFC: Fluminense x Ipatinga. Das transmissões da Globosat, além desta, a outra excluída foi justamente de Grêmio x Atlético Mineiro, que passava na RBS e na Band. Acabou que Sport x Coritiba, que nada valia para a classificação final (embora sim para a artilharia), foi mostrado nos canais PPV da Net Digital.

Já na TVA Digital do Rio, adenda o leitor Gabriel Vieira Lopez, Vasco x Vitória ocupou um dos canais de PPV mesmo passando na Globo e Band. Sport x Coritiba e Santos x Náutico foram os jogos excluídos.

Três partidas transmitidas pela Globosat tiveram três comentaristas: Goiás x São Paulo (Júnior e Maurício Noriega), Grêmio x Atlético Mineiro (Batista e Mauro Galvão) e Vasco x Vitória (Alex Escobar e Lédio Carmona). Ainda nas escalas dela, observar que GOI x SP não teve uma só alma viva da TV Anhanguera ou da Globo Brasília presente (além do Milton Leite narrando, os repórteres foram Alexandre Oliveira e Marco Aurélio Souza). Atlético Paranaense x Flamengo tinha cara total de RPC, ainda que fosse “meio a meio” a equipe (o “Casal 20” Luiz Carlos Jr. e Janaína Xavier pelo Sportv, Raul Plassmann e Rogério Tavares de locais; se bem que, se a Janaína passava uma impressão de RPC, o Raul passava uma impressão de Sportv, então foi meio a meio mesmo).

No “Tá na Área”, aconteceu um momento bem legal quando diversos colegas homenagearam Jota Júnior por seu aniversário, ocorrido ontem. Deu pra sentir que o “categórico”, que transmitiu Palmeiras x Botafogo, ficou tocado pelas lembranças, que incluíram até um pequeno bolo, segundo o comentarista João Carlos Assumpção – ontem em sua última jornada no canal (pra quem não souber, ele fará um curso em Londres nos próximos dois anos em uma universidade local) -, feito pela repórter Laura Fonseca.

Clap, clap, clap! Sérgio Maurício voltou neste fim de semana a narrar. Tive a alegria de ouvi-lo novamente no sábado, transmitindo Rexona/Ades x Medley/Banespa pelo Sportv.

Nosso conviva Ribamar Xavier avisa que, ao menos em uma transmissão dos canais ESPN que pegou neste fim de semana, mudaram o slogan para “aqui você torce pelo futebol”. Não curti muito esse slogan.

Adendo do leitor Matheus Marcon de Andrade: o videoblog do José Trajano, vencedor na eleição da Deutsche Welle, ganhou no voto popular, pois no voto especializado foi outro blog o vencedor. É que na notícia do Comunique-se que tomei como base não havia esta especificação.

Deu no blog da “Canal 1”, de Flávio Ricco: a TV Gazeta de São Paulo pode montar uma programação dominical quase toda esportiva, para isso contatando produtoras independentes que produzam atrações.

Falando na Gazeta, Celso Cardoso não comentou ontem o Inglês na transmissão do Esporte Interativo por estar detido na cobertura especial do final do Brasileirão. Grato ao Rafael Barbosa pelo adendo.

Milton Neves e Osmar de Oliveira juntos no mesmo programa, do começo ao fim, depois de sei lá eu quanto tempo. Foi no “Terceiro Tempo” de ontem, completado por Oscar Roberto Godoi e por Rodrigo Hidalgo, repórter do jornalismo geral que participou por ter sido seu um material exibido pela Band no fim de semana sobre esse rolo envolvendo o Wagner Tardelli.

Falando no “TT” e nos outros debates televisivos, vejam aqui artigo de Mauro Trindade, da TV Press, cuja síntese é esta: “muita conversa e pouca imagem marcam debates esportivos na TV”.

O “Globo Esporte” de sábado esteve no clima da decisão pelo título brasileiro, com os apresentadores direto dos estádios dos postulantes (Tino Marcos no Olímpico e Glenda Kozlowski no Morumbi).

As próximas notas são editadas em colaboração com adendos dos convivas Gabriel Vieira Lopez, João Arruda, Luiz Gustavo e Victor Faria. Sem elas, não daria para ser tão completo.

Eventos demais para gente de menos. Essa era a Band ontem, com cinco partidas de futebol (dois VTs e três ao vivo) e uma corrida. Some a isso Luciano do Valle (com a equipe de sempre, exceção ao Godoi, em Sampa) e Téo José estarem em Brasília e a chance de “curiosidades curiosas” era grande. Não deu outra: se Goiás x São Paulo foi normalíssimo, Vasco x Vitória teve, de habitué, só o repórter Sandro Gama. Bruno Voloch mais uma vez comentou, saudando os assinantes da Band em sua primeira fala, corrigindo-se prontamente (provavelmente com o BandSports na mente) – e cada vez mais reforçando para mim que será ele o comentarista no Campeonato Carioca. E sabem quem narrou o jogo de São Januário? Eduardo Vaz, que há “séculos” não fazia futebol nacional pela Band aberta. Por fim, Grêmio x Atlético Mineiro teve Nivaldo Prieto e Amoroso transmitindo do estúdio (eles fizeram o VT de Lazio x Inter, horas antes) e repórteres da rede (Nivaldo de Cillo e Luiz Ceará).

A Globo compareceu em peso a Goiás x São Paulo, com Cléber Machado, Falcão, Caio e Arnaldo Cezar Coelho in loco. Assim como no Sportv, também na Globo a TV Anhanguera foi excluidíssima da parada, mesmo havendo um time goiano em campo. Mauro Naves e Bruno Laurence foram os repórteres. Em Vasco x Vitória, sabe lá Deus por qual motivo a equipe de cabine (Luís Roberto, Sérgio Noronha e José Roberto Wright) transmitiu do estúdio, sendo que no PFC o time de cabine estava em São Januário. Neste jogo, a Rede Bahia – que acabou não mostrando o jogo – foi excluída também, pois os repórteres foram Marcelo Courrege e Carlos Gil. E Grêmio x Atlético Mineiro acabou tendo transmissão igual para gaúchos e mineiros, com Paulo Brito, Maurício Saraiva e Fernando Becker reforçados por Rogério Ferreira. A curiosidade interessante foi a participação da ótima repórter Ivani Schutz, do jornalismo geral, direto do RBSCop.

Por falar em Paulo Brito, ele deu as caras – isto é, as vozes – ontem em rede nacional, no “Fantástico”. É que puseram, lado a lado, um são paulino e um gremista assistindo as partidas que valiam o título. Nos lances de Brasília, claro, pintava a locução do Cléber Machado. E nos daqui de Porto Alegre, apareceu a voz do Brito, com a mesma imagem (com GCs do placar e tudo) transmitida pela RBS TV.

Os amigos poderiam entrar em um consenso sobre o jogo exibido pela Globo Brasília ontem? O José Eduardo Freitas diz que foi Goiás x São Paulo e o Rener Lopes diz que foi Vasco x Vitória. Foi o quê, hã?

Alguns adendos sobre Vasco x Vitória feitos pelo Gabriel Vieira Lopez: em todas as intervenções no fim do jogo, Carlos Gil estava com uma voz de enterro, como que demonstrando ser vascaíno (se bem, Gabriel, que por isso necessariamente não, pois no PFC o Roby Porto também estava com voz de velório, e sabemos que ele é botafoguense – e de igual forma o Luís Roberto não é torcedor de um grande carioca, mas também narrou em tom de velório o gol decisivo do Vitória); e só a Band, no canal aberto, mostrou o drama do suicida vascaíno, enquanto a Globo ficou na festa do São Paulo.

Deu no site do Paulo Sérgio (repórter do “Atualíssima”, da TV Bandeirantes): no final da transmissão do futebol, a Globo ultrapassou os 30 pontos (todos os números, claro, relativos a Sampa), enquanto a Band oscilou entre 9 e 11 pontos. Quando mostrou sozinha no canal aberto o suicida vascaíno ao vivo, ação documentada pelo Sandro Gama, a Band marcou 10,5 pontos, contra 5 da Record (“Domingo Espetacular”) e 4,5 do SBT (“Domingo Legal”).

Vasco rebaixado é garantia de duas coisas, assim presumo: RedeTV! exibindo seus 38 jogos em rede nacional, tal qual fez este ano com o Corinthians, e Globo RJ mostrando todos ao vivo fora de casa – e alguns direto para a praça – nas tardes de sábado, com “Caldeirão do Huck” meia hora menor pros cariocas e rede liderada a partir da Globo SP com a “Sessão de Sábado”.

Já o Campeonato Brasileiro, a partir do segundo semestre, fatalmente terá sempre um grande paulista jogando às quartas-feiras. Motivo: nenhum time de SP classificou-se para a Copa Sul-Americana. E obviamente ela passará normalmente no RJ e nos Estados com times assegurados. Como deixar SP com “Cinema Especial” um semestre inteiro seria o ó do borogodó, podem esperar que será isso que digo. http://www.papodebola.com.br/papodemidia/coluna/20081208.htm


Fãs do ‘BBB’ terão canal de retrospectiva a partir de 8 de dezembro
Aficionados em “Big Brother Brasil” já poderão dar vazão à ansiedade enquanto esperam o início da nona temporada do reality show. A partir desta segunda-feira, dia 8 de dezembro, os assinantes do pay-per-view terão acesso ao Canal BBB, com os melhores momentos de todas as edições. Festas, brigas, beijos e provas serão reapresentados, e o público poderá rever shows como os de Paulo Ricardo, Barão Vermelho e Cláudia Leitte.
Às 21h do dia 13 de janeiro – data da estréia do “Big Brother Brasil 9” na Rede Globo – o canal fechará. http://oglobo.globo.com/cultura/revistadatv/mat…bro-586854533.asp

EM NOME DO REI
Roberto Carlos vai lançar em março de 2009 uma revista anual chamada “Emoções”. Segundo Dodi Sirena, empresário do cantor, a publicação tratará de “política, comportamento e temas variados” e será editada por Joyce Pascowitch.

HISTÓRIA
E será lançado nesta semana o livro “Roberto Carlos”, da série “Folha Explica”, da Publifolha. O ensaio musical-biográfico, assinado pelo jornalista Oscar Pilagallo, relata a história do cantor desde a infância em Cachoeiro até os dias de hoje. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0812200806.htm


FATOS E IMAGENS QUE MARCARAM O DIA 8 DE DEZEMBRO
1980 – John Lennon é assassinado.
Além da repercussão do crime, JN revelou que ex-Beatle sentia-se seguro em Nova York. http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0…NOVA+YORK,00.html


ALÉM-MAR
Destaque da novela “Negócio da China”, da TV Globo, o ator português Ricardo Pereira embarca nas páginas da revista “TPM” deste mês na pele de um viajante náutico; em entrevista, fala sobre as oportunidades de trabalho no Brasil e na Europa: “Tenho aqui um mercado que é um sonho, que fala a minha língua’; ele diz que, quando se quer alcançar mais em Portugal, o jeito é sair de lá. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0812200806.htm


‘A FAVORITA’: Lara e Halley têm encontro emocionado
Depois de saber por Donatela que Halley é o verdadeiro herdeiro dos Fontini e que ela é filha de Dodi, Lara o procura na casa de Cilene

FILMES

10.5 – O Dia que a Terra Não Aguentou SBT, 14h15; livre. (10.5). EUA, 2004, 165. Direção: John Lafia. Com Beau Bridges, Kim Delaney, Fred Ward.
Terrível terremoto atinge a cidade de Seattle, quase arrebenta a escala Richter, arrebenta tudo o mais e isso parece ser apenas o início da catástrofe. Filme exibido originalmente com 3 horas de duração. A pergunta: se a Terra não agüentou, por que você agüentaria?

Para Sempre Cinderella Globo, 15h40; classificação indicativa não informada. (Ever After). EUA, 1998, 120 min. Direção: Andy Tennant. Com Drew Barrymore, Anjelica Huston.
Aqui, estamos no século 16, a órfã Danielle sofre nas mãos da madrasta e consegue ter um encontro com seu príncipe. O inusitado desta versão é o aparecimento de Leonardo da Vinci, o pintor. A serviço da monarquia francesa, ele aproveita para dar uns conselhos de amor ao príncipe.

Férias no Trailer Globo, 22h15; classificação indicativa não informada. (RV). EUA, 2006, 98 min. Direção: Barry Sonnenfeld. Com Robin Williams, Cheryl Hines, Josh Hutcherson, Jeff Daniels.
Robin Williams é o chefe de família que decide alugar um trailer sem consultar os demais integrantes da referida família para viajar pelo Colorado. Além de não ir ao Havaí, como havia planejado, a família ainda tem de se apertar no trailer. Comédia recebida com frieza.

Apolônio Brasil – Campeão da Alegria Globo, 2h15; classificação indicativa não informada. Brasil, 2003, 117 min. Direção: Hugo Carvana. Com Marco Nanini, Louise Cardoso, Antonio Pitanga, Silvia Bandeira.
O melhor de Hugo Carvana vem do gosto pela bandalheira. Seu olhar para o passado, para o pianista e boêmio Apolônio tem muito de pessoal e se apóia nisso muito mais do que em cortejar o sucesso. E, sobretudo, essa alegria enunciada no título é perceptível na tela, o que acontece quando os filmes de Carvana dão certo. Inédito. (IA) http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0812200802.htm

ESPORTE

12:00 – Futebol, Campeonato Brasileiro: Bola de Prata da Placar – ESPN BRASIL

18:30 – Surfe, WCT: etapa de Pipeline – SPORTV2

20:30 – Futebol, Campeonato Brasileiro: Prêmio Craque Brasileirão – SPORTV

23:30 – Futebol Americano, NFL: Carolina Panthers x Tampa Bay Buccaneers – ESPN http://www.papodebola.com.br/papodemidia/coluna/20081208.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: