APÓS CQC, LA LIGA
Formato Internacional: Jornalístico pode emplacar na Band
Criadora do projeto de sucesso CQC, no ar no Brasil pela Band, a produtora argentina Cuatro Cabezas deve emplacar em breve mais um formato polêmico por aqui.
Já com uma filial em São Paulo, a empresa negocia outras atrações com emissoras locais, entre elas, o jornalístico La Liga (A Liga). Sucesso na Espanha, Itália e Chile, o programa, que tem grandes chances de ganhar uma versão na própria Bandeirantes, tenta mostrar, com humor, drama e uma boa dose de acidez, várias maneiras de se contar ao público uma mesma notícia.
No formato original, La Liga (A Liga) é composta por quatro integrantes, entre atores e jornalistas, que saem em busca de reconstituir um fato jornalístico e contar, com enfoques diferentes, a mesma história. Entrevistas e testemunhos dos mais diferentes pontos de vista do caso em questão fazem parte da investigação jornalística do programa.
Por aqui, La Liga segue em negociação, mas já tem as portas abertas por causa do sucesso do CQC. Este, por sinal, volta de férias em março na Band, reformulado e com a promessa de ter descolado uma integrante mulher. http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/2009011…_imp306924,0.php?

Amansa vilã
Parte de um plano para tornar a vilã Violeta (Vera Holtz) mais mansa em Três Irmãs, Gennaro (Otávio Müller) tenta conquistá-la. A candidata a prefeita de Caramirim cai na lábia dele, mas resolve manter o romance em segredo. A beijão acima vai ao ar hoje, na Globo. http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/2009011…t_imp306925,0.php

Entre-linhas

O reencontro de Flora (Patrícia Pillar) e Donatela (Cláudia Raia) fez A Favorita bater seu recorde de audiência. Anteontem, a novela de João Emanuel Carneiro marcou 49 pontos de média de audiência.

Na sequência de A Favorita, o filme Sr.&Sra. Smith atingiu 30 pontos de média no Ibope e fez cair a audiência de A Lei e o Crime, na Record. O segundo episódio da série de Marcílio Moraes teve média de 16 pontos, ante os 18 da estreia.

Aviso a Donatela: o site de leilões Mercado Livre está vendendo por R$ 1 o DVD incriminatório que mostra Flora matando o Dr. Salvatore (Walmor Chagas). Dizem que a cópia era de Dodi (Murilo Benício)…

Além da Sony, o canal AXN também leva ao ar atrações sem legendas. Resta saber se o grupo Sony vai resolver o problema antes das estreias das novas temporadas de séries como CSI e Desperate Housewives, já em fevereiro.

Depois de falar sobre ex-BBBs, o Globo Repórter exibirá, nesta sexta-feira, uma reportagem sobre a Índia, às vésperas da estreia da novela de Glória Perez.

O Hoje em Dia também está divulgando futuras atrações da Record. Anteontem, o programa falou sobre America Ferrera, protagonista de Ugly Betty, mas insistiu em chamar a série de Betty, A Feia. A rede vai adaptar em breve a versão mexicana da novela, conhecida no Brasil como A Feia Mais Bela. http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/2009011…t_imp306926,0.php


OUTO CANAL
Daniel Castro

Globo adia série de Fernando Meirelles
A Globo decidiu economizar “Som & Fúria”, primeira minissérie do cineasta Fernando Meirelles. Para não “desperdiçar” o programa, exibindo-o depois de “BBB 9”, a emissora adiou sua apresentação, inicialmente prevista para fevereiro.
“Som & Fúria” só deve ir ao ar em julho, após a novela das oito. A medida atende a pedidos de telespectadores, que reclamam do horário das minisséries (depois das 23h), mas é essencialmente estratégica.
Minisséries veiculadas após a novela das 21h, como ocorre com “Maysa”, atingem 30 pontos. Quando a minissérie entra depois de “BBB”, seu ibope cai pela metade. Além do horário, há troca de público. Nem todo telespectador de novela vê “BBB” e vice-versa. Porém boa parte do público de novela tende a assistir minissérie -cujos capítulos custam até R$ 1,3 milhão, caso de “Amazônia”.
No lugar da minissérie, após “BBB”, a partir de terça e até 3 de abril, a Globo exibirá filmes, que lhe custam bem menos.
Com Andrea Beltrão, Felipe Camargo, Pedro Paulo Rangel, Dan Stulbach e Rodrigo Santoro, “Som & Fúria” foi gravada em São Paulo, nos estúdios da O2 (produtora de Meirelles), entre julho e outubro. Pode render de 12 a 16 capítulos.
Baseada na série canadense “Slings and Arrows”, mostra os bastidores de um grupo de teatro que encena Shakespeare. Meirelles assina como produtor e diretor-geral.

SEM CRISE 1
Depois de um início de ano “magro”, o que é normal, os intervalos comerciais do horário nobre da Globo já “incharam” de novo. “Este começo de ano está muito bom, o dobro do que esperávamos”, diz Willy Haas, diretor-geral de comercialização. Segundo Haas, a emissora está revendo suas previsões.

SEM CRISE 2
A novela das oito vai muito bem no comercial, mas o grande fenômeno é “Big Brother Brasil”. Haas afirma que o reality show já está praticamente todo vendido, até a final, em 31 de março. Segundo ele, restam poucos espaços para merchandings e nos intervalos.

BOA NOTÍCIA
A Globo deve lançar em março DVD com a microssérie “Capitu”, exibida em dezembro.

COISA ESTRANHA
A Record deixou nesta semana de exibir “Picapau” nos dias úteis. Informa que, “por decisão estratégica”, o desenho animado só entrará no ar aos sábados. Desde segunda, um dos horários do desenho (19h45/ 20h45) está sendo parcialmente ocupado pelo “Jornal da Record”, agora às 20h. “Picapau” dava 13 pontos. O “JR” deu 11.

SEGREDO
A Globo ainda não confirma “Senhora do Destino” (2004) no “Vale a Pena Ver de Novo”. Mas a novela, recentemente liberada para maiores de dez anos, é favoritíssima.

FÓRMULA
Anteontem, a reprise de “Mulheres Apaixonadas” (19,9 pontos) deu mais audiência do que a inédita “Negócio da China” (19,7), novela das seis. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200904.htm


CONTROLE REMOTO
Patrícia Kogut

‘Por toda minha vida’ semanal
“Por toda minha vida” será um dos investimentos da Globo na nova programação que estreia em abril. O programa foi ao ar sem regularidade no ano passado, mas desta vez terá seis edições seguidas. Os artistas retratados serão Luiz Gonzaga, Cazuza, Adoniran Barbosa, Cartola, Raul Seixas e Claudinho & Buchecha.

Preconceito
Iran Malfitano sentiu nas ruas o sucesso do Orlandinho de “A favorita”. Mas o mercado publicitário torceu o nariz para ele: “Só fui chamado para dois trabalhos. Acho que foi por causa da sexualidade do meu personagem”.

Muita fé
Uma das figuras mais onipresentes da TV é o pastor R.R. Soares. Ele aparece na Band e na CNT no mesmo horário noturno com pregações gravadas diferentes. E pede contribuição para fazer seu canal.

NOTA 10
Para Cláudia Jimenez, que está divertidíssima como a Violante de “Negócio da China”. A atriz vem fazendo um par imbatível com Joaquim Monchique.

NOTA 0
Para as reportagens sem graça do “Band verão”. As aventuras de Otávio Mesquita no Rio, por exemplo, não chegaram muito longe. Ele poderia ter explorado mais a cidade.

Coincidência
Mundo pequeno: Ângela Chaves, co-autora da minissérie “Maysa” com Manoel Carlos, é filha de Ângelo Chaves, médico que cuidava das cordas vocais da cantora, abaladas pelo excesso de fumo.

História
Depois de “A favorita”, Cláudia Ohana vai para São Paulo. Ela participará da encenação da Fundação da Vila de São Vicente, tradicional espetáculo que acontece desde a década de 80.

Em todas
Mateus Solano, o Ronaldo Bôscoli de “Maysa”, vai substituir Caio Junqueira em “Hamlet”. A peça, que tem Wagner Moura como protagonista, estreia no Rio dia 14 de março. http://www1.oglobodigital.com.br/flip/?idEdicao…kogut&origem=

De Chico Anysio, explicando por que aparece como Francisco Anysio nos créditos de “Se eu fosse você/2”: “O Daniel (Filho, o diretor) acha que Chico é o comediante, o professor Raimundo. O ator de cinema deve ser Francisco. No ‘Law and Order’, o ator Christopher Meloni em alguns episódios vem como Chris Meloni. O importante é o trabalho legal. Acho que fiz”.

O filho de Lindu
Lula recebe hoje Fábio Barreto no Palácio do Planalto para falar do longa “Lula, o filho de Lindu”, cinebiografia do presidente que o diretor está realizando.

Pra quem vê novela
Os gays que assistem à novela “A favorita” agora só se despedem mandando “um beijinho doce para você”. Os que, mais tarde, veem a minissérie, diante de algum colega na fossa, lamenta: “Você está tão Maysa hoje”. http://www1.oglobodigital.com.br/flip/?idEdicao…20boa&origem=


Dani Winits à la Amy Winehouse faz karaokê de forró em ‘Os normais’ 2
O segundo filme derivado da série “Os normais” está em produção no Projac. A história vai mostrar Vani (Fernanda Torres) e Ruy (Luiz Fernando Guimarães) casados há alguns anos e, entediados, em busca de novas emoções na noite de Copacabana. Eles querem uma parceira para fazer um ménage e encontram Danielle Winits fazendo karaokê, numa boate meio decadente.
– Minha personagem é uma mulher recém-separada. Ela quer parecer que está na moda e se veste no estilo da Amy Winehouse. Vai dar em cima do Ruy e apanhar da Vani – diz Danielle.
Ruy vai subir ao palco com ela e interpretar um sucesso de Cremilda, “Eu quero seu tutuzinho”. É um forró cheio de frases de duplo sentido.
– Foi incrível, me diverti tanto que precisei me controlar para não rir da cara do Luiz Fernando – conta a atriz.


João Sabiá em ‘Paraíso’ e na Lapa com Carlinhos de Jesus
O cantor e ator João Sabiá acaba de fechar sua participação no elenco de “Paraíso”, próxima novela das 18h, da TV Globo. No folhetim, ele será o piloto de helicóptero Marcos, um carioca conquistador. Sabiá estará também durante o verão ao lado de Carlinhos de Jesus no show/baile Gafieira Moderna, todas às terças-feiras, na Lapa.


Salve, Jack Bauer, agora um heroi da África
Saudades de Jack Bauer? Eu também. Por isso, entrei logo na fila para alugar “24h – A redenção”. Uma coisa é certa: se você é fã da série, só o fato de ouvir aquela musiquinha já vai mexer com o seu metabolismo. No fim das contas, deu para matar as saudades? Em parte. O telefilme é bom, e, depois das quase duas horas de aventuras num país africano imaginário chamado Sangala, a gente fica torcendo pela estreia logo da sétima temporada do programa.
Quem acompanhou todos os programas viu aqui algo novo, um certo up grade no roteiro. Primeiro, nosso heroi quase não aparece contracenando com um aparelho de celular e isso é muita coisa. Depois, não tem CTU (embora faça falta). Desta vez, a ação dá a chance a Jack de mostrar, digamos, “toda sua dimensão humana”, afinal, sua missão é salvar a vida de crianças africanas desvalidas. Para tanto, ele precisará até voltar aos EUA — e isso apesar de dizer, no início do telefilme, em tom dramático, que “nunca mais vou para casa”.
Em vez de livrar alguma cidade da Califórnia das garras de algum terrorista poderoso, Jack Bauer agora é promovido a uma espécie de “agente sem fronteiras”. Seus inimigos são os de sempre, vêm de lugares remotos. Só que Jack também se transformou num cidadão do mundo. Ele luta ainda contra a ganância de empresários que vendem armas e alimentam a guerrilha “contra o imperialismo americano” em Sangala. A Casa Branca, claro, está cheia de agentes duplos. Nem a ONU escapa. O representante das Nações Unidas que aparece em “A redenção” é um traíra, a própria expressão da covardia e usa expedientes desonestos em nome do salvamento da própria pele.
Aqui e ali o público reconhece atores de outras temporadas. Na presidência dos EUA, agora há uma mulher que tem uma nora ambiciosa e um filho aparentemente meio desligado. No mais é a adrenalina de sempre.


‘Prison Break’ vai acabar
Depois de quatro temporadas, a Fox anunciou que ‘Prison break’ vai acabar. A série é estrelada por Wentworth Miller e Dominic Purcell e, segundo a Fox americana, chega ao fim porque a história se esgotou. http://oglobo.globo.com/cultura/kogut/


PAPO DE BOLA – PAPO DE MÍDIA
Edu Cesar

Liga dos Campeões: pedra cantada
A notícia é do blog da “Canal 1”, do Flávio Ricco: a Liga dos Campeões, pedra cantada por esta coluna nas últimas semanas, está no último ano do atual contrato com a Record, firmado a partir de 2006/07 e válido por três temporadas. E a TEAM, empresa que representa Michel Platini e associados, procura outras emissoras, já que está descontente com os rumos da UCL na grade recordiana (não só da UCL, que nas últimas rodadas da fase de grupos teve um jogo das 17h45 passado pra Record News por temor de que daria menos audiência que o “SP Record”, mas também por fatos semelhantes, como transferir Schalke 04 x Manchester City para a News na véspera do jogo por descobrir-se que Robinho não atuaria por estar lesionado e acharem que sem ele em campo a audiência seria ínfima, e a própria Eurocopa, onde também a loucurada do “Ipobre” paulistano motivou trocas aos borbotões na hora H).

Por isso, conta o “guru”, os executivos Ruth Romero e Patrick Murphy terão hoje um, como diria o sumido Luiz Gasparetto, encontro marcado com José Emílio Ambrósio, bambambam maior da RedeTV!, no restaurante Fasano, em São Paulo. RedeTV!, que já mostrou a UCL duas vezes. A primeira foi em 1999/2000, logo no surgimento da emissora, quando passavam jogos às terças e quartas, um ao vivo (transmitido por Milton Jung e Juca Kfouri) e outro em compacto (com Alberto Léo e o ex-jogador Wladimir) – na época a RedeTV! até fez feiaço pois anunciava o torneio como “Copa da UEFA”, induzindo o público a crer por engano que fosse a referida a exibida (algo como chamar a Libertadores de “Copa Sul-Americana”). E a segunda foi em 2004/05, parceria com o Esporte Interativo que foi rompida no meio da competição e gerou um conflito lamentável acompanhado com afinco por esta coluna. Na fase EI, Éder Luiz e Neto (os dois dele) transmitiram os jogos; depois, os próprios Téo José e Roberto Avallone.

É interessante notar que, na última década, a Liga dos Campeões deu uma rodada considerável pelas emissoras abertas. Após aquele período em que a Globo passava só as finais das copas européias ao vivo, terminado na metade dos anos 1990, a Record assumiu as então três competições (tinha também a Recopa), passando-a em 96/97 (ou 97/98, agora não lembro). Depois, a Cultura passou a edição de 98/99 e a RedeTV! entrou em 99/00. Em 00/01 não houve canal aberto, a ESPN foi a única alternativa naquela temporada. Nas três temporadas seguintes não recordo como foi, até chegar à RedeTV! em 04/05. Após aquele rolo, a UCL passou pra Band, só por 05/06. E de 06/07 para cá, a Record é a exibidora. Ou seja, se for pra levar ao pé da letra o exagero, a Liga dos Campeões só não passou na Globo (considerando-se toda a competição), no SBT e na CNT, girando pelas demais redes abertas.

Deu no blog do Anderson Cheni: a partir de quarta-feira que vem, a Rádio Eldorado/ESPN de São Paulo passa a transmitir também em FM. Outra novidade dela será que, mais para a frente, a programação noturna fora os dias de jogos será simultânea à ESPN Brasil (a TV). Programas independentes da Eldorado AM que ficam a cargo da ESPN entrarão na grade neste primeiro semestre.

Falando em ESPN Brasil, dá pra perceber que alguns jogos da Copa SP ela tem feito com time de cabine nos estúdios, casos de Fluminense x Rio Claro e Corinthians x Sertãozinho, ontem.

Quem trabalhou em Flu x Rio Claro no Sportv foi a repórter Laura Fonseca, que aniversariou ontem, como destacou o narrador Linhares Jr. (parabéns atrasado deste que vos fala!). Brincadeira do colega de reportagem Alexandre Oliveira: a festa do aniversário teria os 88 times da Copinha convidados e seria toda paga pelo pai da jornalista.

É impressão minha ou a Roberta Garcia, que ano passado cobriu toda a licença-maternidade da Suyanne Quevedo na RBS TV de SC, foi pro Sportv em definitivo? Ontem, vi ela dividindo a apresentação da “Zona de Impacto” com a Diana Bouth, além de, nos créditos finais, ter seu nome naquele crédito do gênero “apresentadora veste roupa tal”, que só os apresentadores fixos recebem.

Duas de Corinthians x Sertãozinho na Rede Vida: Fábio Machado ausentou-se e não houve comentarista, cabendo ao narrador Luiz Carlos Fabrini e ao repórter Paulo Júnior darem alguns poucos pitacos opinativos ao longo da partida (fora o Paulo ter ajudado a encher linguiça boa parte do jogo com diversas entrevistas com os treinadores durante a bola rolando); e não houve intervalo da transmissão. O espaço foi ocupado pelos sorteios dos consórcios da Rodobens e da Dafra Motos, que passam no horário habitual do jogo. Mal acabou o primeiro tempo e o Fabrini chamou o intervalo, entrando os sorteios. A volta da transmissão foi rigorosamente no apito inicial do segundo tempo.

Deu no blog do Anderson Cheni: a estréia do “No Pique”, na CNT, às 21h30 deste domingo – a julgar o dito pelo Edílson Silva no fim da “Mesa Redonda” de domingo passado, apenas pra SP no canal aberto -, não poderia ter mais cara de Roberto Avallone. Haverá um debate entre Roberto Frizzo e Luiz Gonzaga Beluzzo, candidatos à eleição do Palmeiras (“Paleeeeestraaaaaa!!!!!”). Ivo Morganti, colega de Rádio Capital, fará reportagens, assim como outro da mesma emissora, Bruno Bernardi. E um complemento meu: um dos convidados será o ator Cassiano Ricardo, palestrino convicto.

O site do Milton Neves publicou a audiência dos dominicais esportivos em São Paulo neste fim de semana: “Band Esporte Clube” (14h15 às 17h15), 1,7 ponto e 4,1% de participação (o que rende a Téo José, Antônio Petrin e Neto o apelido de “Trio Viagra”, já que a atração posterior, Roma x Milan, deu 6 pontos, uma violenta subida nos números); “Bola na Rede” (RedeTV!, 18h50 às 20h40), 2,2 e 4,5%; “Mesa Redonda” (Gazeta, 21h30 às 23h45), 1,8 e 3%; e “Terceiro Tempo” (Band, 22h05 às 23h45), 2,4 e 4%. O programa do Milton foi quinto na audiência geral, empatado no consolidado com a Gazeta e atrás de RedeTV! (6 com “Pânico” e “Dr. Hollywood”), SBT (10 com “Domingo Legal” e “8 e Meia no Cinema”), Record (12 com “Domingo Espetacular” e “Tela Máxima”) e Globo (21 com “Fantástico” e “Lost”).

A uma semana de começar o Campeonato Gaúcho, foi mudado o horário do primeiro jogo da RBS TV. Inter de Santa Maria x Grêmio foi das 22h pras 16h30, mesmo horário de Santo André x Palmeiras, atração da Globo no Campeonato Paulista. Peço que o pessoal da RBS não fique brabo comigo, considero todos de lá, mas não resisto: baaahhh!!! Faça-me o favor, gente boa! Era sabido há muito tempo que a grade noturna da Rede Globo não teria brecha para futebol na noite da quarta que vem, tanto que a abertura do Paulista será no fim da tarde. Não sei o que motivou esse atraso em perceber isso, mas poderiam ter evitado essa troca já quando soltaram a tabela definitiva com datas e horários desmembrados.

Aliás, outras duas praças terão de fazer a mesma mudança se não quiserem ficar sem futebol quarta que vem: a RBS catarinense (Marcílio Dias x Avaí está mantido pras 22h) e a Verdes Mares (Icasa x Fortaleza continua marcado pras 21h45). Curiosamente, duas afiliadas cometem essa incrível bobeada. Já as emissoras próprias não embarcaram nessa. A Globo Nordeste não prevê exibição do Pernambucano na próxima quarta, nem mesmo às 16h30. E a Globo Minas passará a final do Torneio de Montevidéu às 22h45, horário que se adequou à grade da Rede (que prevê “BBB” às 22h15, “Festival de Sucessos” às 22h45 e “Jornal da Globo” à 0h45).

Por falar em “passar por cima da rede” – algo que a Globo até permitia há 10, 20 anos, mas hoje em dia é inimaginável -, a RBS continua apontando Joinville x Criciúma, estréia do Campeonato Catarinense na TV aberta, para as 17h deste domingo, horário reforçado no “Jornal do Almoço” de ontem, em reportagem do Edmílson Ortiz sobre a festa de lançamento do evento. Só queria saber qual a “equação mágica” que viabilizará esta transmissão, se a Rede Globo não prevê brecha para futebol neste dia, a conferir pela grade disponível em sua sala de imprensa: 13h05, “Estação Globo”; 14h20, “Temperatura Máxima”; e 16h35, “Domingão do Faustão”. Só falta o Faustão, lá pelas 16h50, anunciar a transmissão da RBS e separá-la da rede. Não… Improvável e inimaginável, ilógico demais.

Falando na “Terceira Guerra Mundial”, leio no blog do Rodrigo Santos que, nessa festa de lançamento do Catarinão, a RBS pagou um cheque de R$ 419 mil aos 10 clubes, que decidiram rachar a grana de forma igualitária com R$ 41,9 mil. E foi reiterado o recado de que, caso a RIC/Record vença a briga pela transmissão do certame deste ano, o dinheiro da afiliada da Globo fica valendo para 2010, ou seja, os clubes tem de ter em mente que, se der Record este ano, no próximo eles que arrumem grana sabe lá Deus de onde, pois a da RBS já terá sido antecipada agora.

O leitor Mayron Cesar de Souza havia comentado ontem que o América ainda não assinou o contrato do Campeonato Mineiro com a Globo, notícia que ouviu no “A Turma do Bate-Bola” da Rádio Itatiaia, apresentado por Emanuel Carneiro (peço por gentileza a todos que, ao citarem notícias que leram, viram e/ou ouviram, citem sempre a fonte com o link, em havendo disponibilidade, já que, como gosto de reforçar, não sei tudo de tudo sobre todos os assuntos). Segundo a coluna de Chico Maia no jornal Super Notícia, a queixa do Coelho é estar no bolo dos demais clubes que dividiriam 2,6% da grana oferecida pelo torneio (R$ 300 mil pra cada) em acordo firmado no ano passado, com a Federação levando 6% e Atlético e Cruzeiro ficando cada um com 34% (R$ 4,7 milhões).

Postaram no YouTube – acho que foi o Rodrigo Camargo, de Cambé, que dia desses deixou um comment aqui na coluna – o bloco paranaense de ontem do “Globo Esporte”, visto aqui. Algumas curiosidades: a cortina sonora rodada nas manchetes não é padrão Rede Globo e sim uma dessas trilhas, sabe lá Deus produzida por quem, que volta e meia são ouvidas em diversas emissoras de rádio e TV (aqui em Porto Alegre, por exemplo, esta música é usada pela Rádio Bandeirantes no programa semanal “Painel”, de debates políticos); os times do interior foram destacados primeiro e os de Curitiba ficaram pro final (o que outros blocos locais Brasil afora também fazem e sempre acho estranho por achar mais lógico o feito aqui pela RBS, que todos os dias começa o bloco com a dupla Grenal e só depois vai para outros assuntos).

Outras: a passagem pro intervalo é “a la rede”, com GC com efeito e tudo (mas com a versão atual do tema do jornal e não a música usada pela rede no fecho dos blocos); e finalizado o bloco local, roda a chamada do “Jornal Hoje” que passa entre os jornais locais e o “GE” apenas no Rio e em São Paulo, mas não no país todo, pelos blocos locais pegarem esse tempinho a mais pra serem engordados (já que, se usassem apenas o tempo do primeiro bloco da edição nacional, durariam apenas uns três ou, estourado, quatro minutos, e há praças como o Pará onde o bloco local chega a beirar os 9 minutos).

Deu no site do SBT: a estréia da edição paulista do “Globo Esporte” marcou 12 pontos de média em Sampa, contra 9 do “Chaves” (SBT) e 7 da Record (“Hoje em Dia” e “Balanço Geral”). No entanto, o seriado chegou a liderar por alguns minutos, como acrescentado pela página da TV do Patrão (que, registro obrigatório, cita “brasileiros” erroneamente, pois “Chaves” às 12h45 é apenas na Grande São Paulo).

Por falar no “GE” paulista, o GloboEsporte.com publicou uma matéria sobre a volta desta edição, que terá algumas novidades substanciais. Uma delas é que às segundas – e eventualmente às quintas, quando houver rodada no meio da semana – o programa terá cara de debate, com a participação do Caio Ribeiro e de convidados. Ou, como diz Tiago Leifert na matéria, “queremos trazer a discussão do jogo para dentro do programa”. Edições fora do estúdio também serão feitas, como a da próxima quarta-feira, que será apresentada direto de Ribeirão Preto, onde Santo André e Palmeiras abrirão o Campeonato Paulista. E o quadro “VC no Esporte”, já adotado pela rede, será ampliado em SP. Palavras do Tiago: “não queremos só um vídeo. Queremos que nos mandem uma reportagem ou um flagra”.

A edição de ontem vi pela reprise no Sportv2, pois o “gato-net” falhou logo no início (detalhe: desta vez o sinal exibido nele era da TV Vanguarda, não sei qual das duas, mas foi curioso que nela não houve bloco local, entrando a edição estadual desde o começo). Falhas técnicas ocorreram novamente, mais precisamente duas: uma em reportagem gravada do Andrei Kampff no Palmeiras, que ficou sem áudio no início e teve de ser reprisada mais à frente, e outra em vivo do André Natale, da EPTV, com os ídolos campineiros Dicá e Zenon, problema contornado mais à frente, mas que despertou no Tiago esta frase: “a bruxa está solta no ‘Globo Esporte’!”

Ao contrário da estréia, o ao vivo não predominou ontem, tendo a rigor só o Abel Neto no Corinthians. Mas houve mais duas novidades: participação da reportagem direto da redação, mais precisamente o Bruno Laurence, que fez duas intervenções com informações do Palmeiras, e um púlpito pelo qual o apresentador, após matéria do Carlos Gil sobre a Ferrari, ilustrou com marcações as mudanças no carro dela de 2008 para 2009 (algo parecido com o feito pelo José Calil nos intervalos das transmissões da Série B na RedeTV!, ao destacar um lance em especial).

A maior falha, porém, foi não ter mencionado uma manchete destacada logo na abertura do jornal, sobre o novo patrocinador do Corinthians. A informação acabou não sendo mencionada até o final. Posso até imaginar que o tempo perdido pelas duas falhas técnicas tenham causado isso, mas não custava nada abrir uns 5 ou 10 segundos que fosse antes do final para, em poucas e objetivas palavras, passar a informação. Algo do tipo “antes da gente ir: o novo patrocinador do Corinthians é empresa tal, acerto de tantos anos”. Ficaria beleza. Quem atentou pra isso foi o Futebol Interior – que, contudo, poderia ele próprio ter passado a informação não mostrada pelo “GE”, já que tem como parceiro-mor o Edgard Soares, que é assim-assim com a direção atual do Timão e talvez tenha conhecimento da notícia.

Outra coisa que notei foi a valorização feita ao Campeonato Paulista, em dois momentos: quando o Tiago, antes de chamar o VT sobre a rivalidade Ponte Preta x Guarani, definiu o torneio como “uma espécie de Brasileirão” (o que não é errado, pois 8 dos 20 times da próxima Série A são de SP); e quando o Bruno, em entrevista gravada com o Mano Menezes, perguntou a ele sobre o valor do campeonato, ao que recebeu de resposta um enaltecimento aos times grandes e do interior. Tudo a ver com a pompa empregada pela emissora nas chamadas da competição. A destacar ainda a estréia do quadro “Isso é Paulistão”, sobre jogos marcantes dele, que lembrou o Santos x Corinthians semifinal de 2001, com direito a trechos do “Jogos Para Sempre”, do Sportv, feito pelo Marcos Peres para esta partida.

Já a edição nacional, ontem feita pela Cristiane Rodrigues, vulgo sra. Tiago Dias – ou é o contrário? (risos) – continuou com o primeiro bloco devidamente regional para o Rio, com direito a vivo do Edson Viana direto do Botafogo e mini-entrevista com o Ney Franco (uma pergunta só, na verdade). A observar que, ao início do segundo bloco, há um segundo giro de manchetes, com os destaques do segmento nacional. Ontem, apenas a eleição da FIFA entrou nos dois giros. O que abriu o jornal focou só os times cariocas, incluindo o Fluminense, primeira pauta do dia. http://www.papodebola.com.br/papodemidia/coluna/20090114.htm


Último capítulo de “Pantanal” conquista a vice-liderança isolada
O SBT exibiu nesta terça, 13 de janeiro, o último capítulo de “Pantanal”. A reprise da trama de Benedito Ruy Barbosa produzida pela Manchete rendeu ótimos índices para a emissora de Silvio Santos.
No ar das 22h28 às 23h21, mesmo disputando com a estréia do Big Brother Brasil, a novela registrou uma média de 15 pontos com picos de 19, consolidando a vice-liderança do horário. No mesmo horário a Globo liderou com 33 e a Record que ocupou a terceira posição marcou 12.
A partir desta quarta, com o término da novela Pantanal, Revelação passará a ser exibida mais cedo, às 22h.
A trama escrita por Iris Abravanel vai herdar a faixa de horário deixada pelo grande sucesso de Benedito Ruy Barbosa.
*Os índices são prévios e referentes ao Ibope na Grande São Paulo e podem sofrer alterações no consolidado. Vale lembrar que cada ponto no Ibope representa cerca de 55,5 mil domicílios na capital paulista, dados que servem como referência para o mercado publicitário. http://www.oplanetatv.com.br/noticia/7084.html


Minissérie global simplifica e distorce biografia de Maysa
Ao assistir aos capítulos de “Maysa – Quando Fala o Coração”, logo me veio à lembrança o dia em que um jornalista quis saber a opinião da escritora Rachel de Queiroz a respeito da adaptação de seu romance “Memorial de Maria Moura” para a televisão, à época também levada ao ar na forma de minissérie. Rachel, com irresistível senso de humor, sapecou: “Até estou gostando; eles lá na Globo é que não gostaram muito de meu livro, pois trataram de mudar tudo na história”.
Do mesmo modo, no caso da minissérie sobre Maysa assinada por Manoel Carlos e dirigida por Jayme Monjardim, os roteiristas parecem não ter gostado muito da verdadeira história da cantora de olhos felinos e alma atormentada.
É compreensível que na transposição de qualquer história para as telas seja permitido -e necessário- o recurso a algumas licenças poéticas, como o acréscimo de diálogos imaginários e situações fictícias. É preciso, claro, amarrar o roteiro e conferir fluência à narrativa. O problema é quando esse tipo de artifício legítimo, no caso de personagens reais, sobrepõe-se à história verdadeira, oferecendo ao telespectador uma visão distorcida dos acontecimentos, uma contrafação da biografia dos protagonistas.

Baniram Nara Leão

O personagem de Ronaldo Bôscoli, por exemplo, é apresentado na série como um conquistador abobalhado e, por vezes, patético. Bôscoli, cafajeste assumido, devorador de mulheres, jamais teve pudores de levar Maysa para a cama pelo fato de ser comprometido com outra moça, como nos quiseram fazer crer os roteiristas da minissérie. A propósito, não se sabe por qual motivo eles perderam a oportunidade de dizer que, em vez da simples atriz de teatro amador que aparece no roteiro, a então noiva de Bôscoli atendia pelo nome de Nara Leão. Ela mesma, a musa da bossa nova, que foi banida da história.
Em um dos capítulos apresentados na semana passada, Bôscoli tenta convencer Maysa de que gravar um disco bossanovista seria algo importantíssimo para Tom e Vinicius. Como se desde seu segundo disco de dez polegadas, de 1957, ela já não gravasse sistematicamente canções da dupla.
Por vezes, há a tentativa de idealizar certos personagens e amenizar as asperezas da vida real. Como quando se coloca André Matarazzo sentado candidamente na plateia da cerimônia de entrega de um prêmio concedido a ex-mulher. Ele não estava lá.
Nas cenas da histórica temporada de Maysa em Buenos Aires ao lado de Bôscoli, Roberto Menescal e o célebre Tamba Trio, ela surge cantando bolerões rasgados. Uma pena. A minissérie sonegou assim ao telespectador a informação de que, justamente naquela viagem, Maysa se tornou a primeira cantora brasileira a cantar um repertório de bossa nova fora do Brasil.

Angústia virou capricho

Assim, a principal vítima das inconsistências e simplificações da minissérie é mesmo a própria Maysa. Todas as suas perplexidades, seus tormentos e suas angústias foram reduzidos a meros caprichos e desvarios de uma moça mimada. A complexidade de sua personalidade intensa e autodestrutiva, os abismos existenciais de sua alma, tudo isso foi transfigurado em queixumes e rompantes de uma rebelde sem causa, traumatizada pela separação do marido.
O esmero da produção, a exuberância dos cenários, a perfeição dos figurinos, a assombrosa semelhança da atriz Larissa Maciel com a diva estão arrebatando o público e arrancando suspiros até mesmo de parcela da crítica especializada.
Resultado: Maysa está de novo na pauta do dia. Isso é ótimo para sua memória e faz justiça a seu talento. Mas, se os telespectadores estão encantados com a Maysa da televisão, o que diriam se conhecessem a verdadeira Maysa, em carne, osso e amargura. Humana, demasiadamente humana.
LIRA NETO é autor de “Maysa: Só numa Multidão de Amores” (editora Globo, 2007)
————————————————————————————-
MAYSA – QUANDO FALA O CORAÇÃO
Quando: hoje, às 22h55; ter. e qui., às 23h05; sex., às 23h50
Onde: na Rede Globo
Classificação: não indicada a menores de 12 anos
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200914.htm
————————————————————————————-


MUITA MASSAROCA
A TV Cultura quer transformar o quadro “Massaroca”, do “Metrópolis”, em seu primeiro programa humorístico. Neste domingo, às 20h, ela exibe um especial de 30 minutos da atração, em comemoração do Dia Mundial do Riso. Em março ou abril, a emissora quer estrear o “Massaroca” semanal.

CALDEIRÃO DE VENENO
Luciano Huck virou golpe de internet. Circula na internet um e-mail com um falso convite do apresentador, chamando o destinatário da mensagem e “sua família” para participarem do “Caldeirão”, com um link que instala um vírus no computador do usuário.

SETENTÃO
Jair Rodrigues vai fazer três shows no Auditório Ibirapuera, nos dias 6 (seu aniversário), 7 e 8 de fevereiro, para comemorar 70 anos de vida e 50 de carreira.
Pedro Mariano, Chitãozinho & Xororó e Jorge Aragão devem fazer duetos com o artista.

QUENTE
O cantor maranhense Zeca Baleiro está encabeçando a lista de pedidos estranhos no festival de verão Floripa Tem, em Florianópolis. Pediu à organização que não faltasse chocolate quente no camarim e durante a passagem de som de seu show, no dia 1º de fevereiro, na praia Brava.

BEBÊ A BORDO
Foi durante as primeiras filmagens de “Carmo” que a atriz Mariana Loureiro, 32, se apaixonou pelo diretor Murilo Pasta. Cinco anos depois, o casal dava à luz dois “bebês’: a filha Rosa, hoje com dez meses, e o longa, que a partir de amanhã concorre ao prêmio de melhor filme internacional no Festival de Sundance, nos Estados Unidos. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200907.htm

GAJO BRASILEIRO
O astro português Cristiano Ronaldo, eleito anteontem pela Fifa o melhor do mundo em 2008, está em alta no Brasil. Pesquisa da TNS Sport, braço da empresa líder mundial em pesquisas que será divulgada hoje, mostra que o avante é o quinto jogador mais popular no país. Foram ouvidos 7.007 entrevistados em 356 municípios brasileiros, incluindo 14 capitais, e o jogador do Manchester United foi lembrado como o melhor por 3,18% dos entrevistados, ficando à frente de ídolos nacionais como Rogério Ceni e Marcos.
Quarto colocado na eleição da Fifa, Kaká ultrapassou Ronaldinho na preferência dos brasileiros, com 23,38% dos votos, contra 16,74% de seu colega de Milan. O corintiano Ronaldo foi o quarto, com 3,88%. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1401200901.htm

“SE EU FOSSE VOCÊ 2” MANTÉM LIDERANÇA DE PÚBLICO
Pela segunda semana consecutiva, o longa nacional “Se Eu Fosse Você 2”, de Daniel Filho, foi o filme mais visto no Brasil. Com 444,5 mil espectadores no fim de semana, derrotou a produção americana “O Dia em que a Terra Parou”, que estreou em mais cinemas, mas ficou em segundo lugar (418 mil espectadores). O longa de Filho acumula, até agora, público de 1,9 milhão. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200924.htm

FÁBIO ASSUNÇÃO CONCORRE AO FANTASPORTO
O ator Fábio Assunção foi indicado ao prêmio de melhor ator no Festival Internacional de Cinema de Porto -o Fantasporto-, por seu trabalho em “Bellini e o Demônio”, de Marcelo Galvão e Theodoro Fontes. Assunção interpreta Remo Bellini, detetive criado por Tony Bellotto, que já aparecera nas telas na adaptação para o cinema de “Bellini e a Esfinge” (2001), também na pele do ator. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200918.htm


BBBs já estão na casa de vidro
Emanuel, Josiane, Daniel e Maíra deixaram o hotel na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira, e seguiram para a “bolha”, casa de vidro localizada no shopping carioca Via Parque.
Eles saíram do hotel em carros separados, apenas com uma mala nas mãos.
Os quatro ficarão por uma semana na bolha, sendo observados por quem passa no local. Os telespectadores do BBB podem votam em seus favoritos no próprio local ou pela Internet. http://exclusivo.terra.com.br/bbb9/interna/0,,O…asa+de+vidro.html


A atriz Amanda Detmer, de ‘What about Brian’, participará de ‘Private practice’
A atriz Amanda Detmer, do seriado “What about Brian”, está escalada para participar de pelo menos quatro episódios de “Private practice”. Ela será uma paciente de Kate Walsh, a Dr. Addison e o que começa como uma relação estritamente profissional se transformará numa grande amizade. Segundo o site “Entertaiment weekly”, a estreia da moça será em março.
“Private Practice”, é uma série derivada de “Grey´s anatomy” e passa às segundas-feiras, às 21h, na Sony. http://oglobo.globo.com/cultura/revistadatv/mat…ice-662406825.asp


MARISKA HARGITAY, A OLIVIA BENSON DE ‘LAW & ORDER: SVU’, TEM DOENÇA PULMONAR. MAS CONTINUA NA SÉRIE!
Mariska Hargitay parece ser incansável como a sua detetive Olivia Benson de “Law & Order: SVU”. A atriz foi diagnosticada com pneumotórax, uma doença pulmonar, mas manda seu representante avisar que não deixará a série nesta décima temporada.
“Mariska Hargitay foi diagnosticada com pneumotórax (um colapso parcial do pulmão). Ela irá aparecer em todos os episódios até o final da temporada de ‘Law & Order: SVU'”, disse seu representante ao Access Hollywood.
Segundo o site, pneumotórax é uma doença que ocorre como resultado do ar preso entre o pulmão e as costelas. Geralmente é provocado por machucados no peito ou costelas quebradas, mas pode acontecer mesmo sem nenhum ferimento. O tratamento envolve o uso de oxigênio e a observação de um médico e, em alguns casos, pode levar à cirurgia. http://tv.globo.com/ENT/Tv/Seriados/LawAndOrder…4632-7351,00.html


ESTRELAS DO NOVO E DO CLÁSSICO ‘BARRADOS NO BAILE’ SE CONFRATERNIZAM EM FESTA
O nome não poderia ser mais sugestivo: “Party at the Peach Pit” (“Festa no Peach Pit”). Assim se chamou a celebração promovida pela emissora CW para as estrelas de “90210”… com a presença de gente do antigo “Barrados no Baile” também!
Além do elenco completo da nova série teen, quem também deu as caras no Kokomo Café na noite desta segunda (12) em Los Angeles foram Jennie Garth (a Kelly, personagem das antigas mas que, como você sabe, também está em “90210”) e Jason “Brandon Walsh” Priestley!
E a garotada de “90210” parece estar mesmo com o moral lá em cima: presentes ao evento, a presidente da CW, Dawn Ostroff, e o da CBS, David Stapf – que fizeram questão de tirar foto com as estrelas presentes… http://tv.globo.com/Entretenimento/Tv/Noticia/0…4643-7175,00.html


Série aborda mistérios sobre ovnis
Na esteira das notícias publicadas pela Folha no final de semana sobre o governo brasileiro e seus documentos secretos sobre o ET de Varginha, vale a pena dar uma olhada na série que o canal pago The History Channel estreia hoje, “Arquivos Extraterrestres”.
Logo no primeiro episódio, que vai ao ar às 23h, estão os registros do governo dos Estados Unidos sobre extraterrestres.
Segundo o canal, o programa traz à tona “as decisões tomadas por altos comandantes […] diante das mais perturbadoras aparições de extraterrestres”.
E, ainda, “revela os segredos de um dos arquivos mais bem guardados da Casa Branca”.
Apesar da empolgação, programas do gênero costumam trazer mais curiosidades e dúvidas do que esclarecimentos.
Seja como for, são ouvidos especialistas e testemunhas.
No dia 28, o canal exibe um caso brasileiro, ocorrido em 1977, no rio Amazonas. Na época, luzes de diferentes formas “flutuavam” na superfície da água. Segundo o programa, a Força Aérea Brasileira fez fotos dos supostos ovnis, que chegaram a ser reveladas em 2005.
No total, são 23 episódios, com casos na China, Rússia, México, Inglaterra e até no fundo do mar. A radionovela “A Guerra dos Mundos”, de H.G. Wells, também ganha um capítulo à parte.
————————————————————————————-
ARQUIVOS EXTRATERRESTRES
Quando: hoje, às 23h
Onde: The History Channel
Classificação: não informada
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200920.htm
————————————————————————————-


ABUJAMRA SERÁ MAFIOSO NA RECORD
Antônio Abujamra e Luiz Guilherme gravam a próxima novela da Record, escrita por Lauro César Muniz, ainda sem título; Abujamra e Guilherme serão mafiosos


‘A FAVORITA’: Final com muitas trocas de alianças
Trama chegará ao fim com casamento de Zé Bob e Donatela e com casório de Cida e Juca, em Triunfo


BBB 9: Programa terá três casas
Programa começa com ambientes divididos entre ricos e pobres e quatro ‘brothers’ na casa de vidro


FASHION RIO: Preta Gil prestigia Victor Dzenk
O estilista é o responsável pelo figurino da cantora há um ano. Coleção faz referência ao tango


NA BOCA DO POVO: Boemia de Maysa inspira gíria ‘maysar’
‘Maysar’ é enfiar o pé na jaca, beber muito, curtir uma fossa, dar um perdido na família para cair na boemia. Sem perder a pose

FILMES

O Clube dos Detetives – Em Busca da Princesa Perdida
SBT, 14h45; livre. (Clubhouse Detectives: In Search of a Lost Princess). EUA, 2002, 90 min. Direção: Eric Hendershot. Com Jonathan Cronin, Susan Duerden, Michael Glauser.
Dave investiga, junto com o tal Clube de Detetives, a identidade de uma princesa levada aos EUA ainda bebê. A moça talvez seja uma chata conhecida.

Barbie como Rapunzel
Globo, 16h20; livre. (Barbie as Rapunzel). EUA, 2002, 84 min. Direção: Owen Hurley.
Barbie ajuda Rapunzel a se livrar da bruxa má, que a coloca como empregada. Animação razoavelmente cotada nos EUA. Pode ser um bom entretenimento para a criançada.

Os Outros
Bandeirantes, 22h15; não indicado a menores de 14 anos. (The Others). EUA/Espanha, 2001, 105 min. Direção: Alejandro Amenábar. Com Nicole Kidman, Christopher Eccleston, Elaine Cassidy.
Eventos estranhos, como fantasmas e outros fenômenos, ocorrem no enorme casarão onde mulher e filhos aguardam o retorno do marido do front, no final da Segunda Guerra Mundial. Além de Nicole Kidman estar brilhante, Amenábar faz um filme impecável.

Ela É o Cara
Record, 23h15; livre. (She’s the Man). EUA, 2006, 105 min. Direção: Andy Fickman. Com Amanda Bynes, Channing Tatum, Laura Ramsey, Robert Hoffman.
Viola (Bynes) é ótima jogadora de futebol, mas barrada pelo preconceito masculino que não aceita que uma moça possa ser tão boa quanto um homem. No meio disso, vai se apaixonar pelo companheiro de quarto que pensa que ela é homem. Estamos em terreno pisado à beça pelo cinema e pelas novelas, sob direção capenga.

Jogo Subterrâneo
Cultura, 0h10; não indicado a menores de 16 anos. Brasil, 2005, 109 min. Direção: Roberto Gervitz. Com Felipe Camargo, Maria Luisa Mendonça, Júlia Lemmertz, Maitê Proença.
Pianista (Camargo) cria um jogo cujo resultado, se bem-sucedido, será encontrar a mulher de sua vida. Trata-se de entrar no metrô, fixar-se numa mulher e torcer para que ela faça o mesmo trajeto que ele. Gervitz tem sorte, pois quem faz o mesmo trajeto que ele é Maria Luisa Mendonça. É meio caminho. O outro meio caminho, porém, será árduo, num filme inspirado em conto de Cortázar, mas que não se sabe direito a que vem (e o que escreve Cortázar sabe-se sempre a que vem).

Intercine
Globo, 1h15. Canal oferece dois filmes inéditos: a ficção científica “O Retorno” (2002; não indicado a menores de 16 anos, de Takashi Yamazaki, com Takeshi Kaneshiro, Anne Suzuki) e o suspense “Hipnose” (2002; classificação indicativa não informada, de Nick Willing, com Goran Visnjic, Paddy Considine).

Força de Ataque
Globo, 3h20; classificação indicativa não informada. (Deadly Takeover). EUA, 1996, 88 min. Direção: Rick Avery. Com Jeff Speakman, Ron Silver, Rochelle Swanson.
Cientista terá de conter terroristas que entraram em Israel para roubar uma nova arma. Inédito. (PSL) http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1401200902.htm

ESPORTE

10:30 – Pólo, Campeonato Argentino: Índios Chapaleufu II x Pilara – ESPN (VT)
14:00 – Futebol, Copa SP de Juniores: Ponte Preta x Portuguesa – ESPN BRASIL
16:00 – Futebol, Copa SP de Juniores: Santos x Guarani – SPORTV e ESPN BRASIL
17:30 – Futebol, Campeonato Italiano: Roma x Sampdoria – RAI
18:00 – Futebol, Campeonato Inglês: Manchester United x Wigan – ESPORTE INTERATIVO (Parabólica), REDE GOSPEL*, TV NOVA* (PE) e ESPN BRASIL
18:00 – Futebol, Copa da Inglaterra: Southend x Chelsea – ESPN
18:30 – Futebol, Copa SP de Juniores: Grêmio x Atlético Paranaense – SPORTV
19:00 – Basquete, Liga das Américas: Libertad x Deportes Castro – SPORTV2
20:00 – Tênis, ATP de Auckland: quartas-de-final – BANDSPORTS
20:30 – Futebol, Copa SP de Juniores: Flamengo x Fortaleza – REDE VIDA e SPORTV
20:30 – Futebol, Copa da Itália: Juventus x Catania – ESPN BRASIL (VT)
21:00 – Basquete, Liga das Américas: Brasília x Flamengo – SPORTV2
22:00 – Basquete, Atlantic Coast Conference: Georgia Tech x Duke – ESPN
0:00 – Basquete, NBA: San Antonio Spurs x Los Angeles Lakers – ESPN
0:00 – Tênis, WTA de Sydney: duas semifinais – BANDSPORTS http://www.papodebola.com.br/papodemidia/coluna/20090114.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: