Coluna Flávio Ricco – Colaboração José Carlos Nery em “UOL Televisão”

SBT perde dinheiro com a saída de Gugu Liberato para a Record

O SBT tinha todos os motivos para não permitir a saída de Gugu Liberato, pelo menos não agora, oito meses antes do final de seu contrato.

Da forma como tudo aconteceu, a transferência do apresentador para a Record irá representar um rombo financeiro já avaliado entre 60% a 70% no volume de merchandisings previsto até o final da presente temporada. Este aspecto foi considerado por setores responsáveis da Anhanguera, desde o primeiro momento que as notícias da mudança começaram a surgir.

A rigor algo que não pode ser creditado apenas na conta de Gugu.

O SBT hoje não tem número suficiente de programas ao vivo para redirecionar o que sempre foi arrecadado pelo “Domingo Legal”.
Além dos informativos – dois, porque o terceiro, o da manhã, é gravado – apenas Ratinho é ao vivo em toda a programação diária.

No jornal, claro, não cabe merchandising, e no Ratinho, de forma bem evidente, também não cabem diversos anunciantes.

Resumindo, o SBT, todos os dias, de domingo a domingo, tem só uma hora de programa ao vivo. Isso é praticamente nada.

Todas as outras emissoras, incluindo a líder Globo, trabalham com um número de horas/dia muito maior, entre outras coisas, para facilitar este tipo de negociação.

O dinheiro que entrava via Gugu, do jeito que as coisas se encontram, pode sair pelo ralo.

O atual panorama só será alterado se o SBT aumentar o “ao vivo”. Difícil é entender por que isso ainda não acontece.

Alguém, por absoluto conforto pessoal, um dia, apresentou ao Silvio Santos uma conta mostrando que o gravado sai mais em conta. Não existiriam tantas despesas. Até certo ponto isto é até uma verdade, mas se forem contabilizados os custos de pós produção sai quase uma coisa pela outra. Considerando o que deixa de entrar, o prejuízo é enorme.

Este é o problema do SBT agora com a saída de Gugu. Como não perder este dinheiro dos merchandisings? Se será ou não transferido para o novo apresentador Celso Portiolli é a pergunta que fica. Importante considerar se ele também tem a mesma força do seu antecessor.

Precauções

A equipe de “Pelo Avesso”, por causa da gripe suína, cancelou a viagem a Bolívia e vai gravar as primeiras cenas da novela por aqui mesmo.

Os trabalhos agora foram desviados para uma “região fictícia”, para onde viajam Marcos Palmeiras, Carmo Dalla Vecchia, Isabela Garcia, Ed Oliveira e Rodrigo Rangel, sendo os dois últimos em participações especiais.

Por “regiões fictícias”, entenda-se São Luiz e Natal. Não haverá referência a estas cidades na novela.

Outra coisa

Chega a informação do Projac que a Globo, apesar do grande interesse, não conseguiu registrar “Pelo Avesso”, até aqui nome de trabalho da nova novela das seis. A equipe tomou conhecimento ontem sobre a questão.

Nos próximos dias a emissora divulgará o título oficial da história, escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes, com supervisão de João Emanuel Carneiro.

Prestígio

Silvio Santos inaugurou antes da hora, na terça-feira, um retorno construído no km 18,5 da Via Anhanguera, que agora serve de acesso direto à entrada principal do SBT.

Era uma reivindicação de muito tempo.

Já foi

André Vasco, apresentador e ator, que já foi da MTV e vinha gravando pilotos de um novo programa da Band, com direção do Rogério Gallo, atendeu chamado do SBT e já assinou contrato. Já está na equipe do “Qual é o seu Talento?”, versão tupiniquim do “Britain’s Got Talent”, que lançou Susan Boyle.

Na terça-feira, o SBT gravou o primeiro “Qual é o seu Talento?”. O programa conta com a participação dos jurados Arnaldo Sacomani, Carlos Eduardo Miranda, Cynthia Zamorano e Thomas Roth. André Vasco faz os bastidores.

Agora, só depois de passar pela análise de Silvio Santos, saberemos se tem possibilidades de entrar na grade ou não.

Fim de linha

De qualquer forma, o SBT já não apresentará o programa “Astros” a partir de agosto.

Difícil, portanto, não acreditar na exibição do “Qual é o seu Talento?”

Volta da Cicarelli

Daniella Cicarelli gravou ontem uma participação em “O Guia”, nova série documental do canal National Geographic que começa a ser exibida internacionalmente no próximo domingo.

Daniella, nascida em Belo Horizonte, foi convidada para falar sobre a gastronomia de Minas Gerais.

Nove meses no ar

O último capítulo de “Caras & Bocas” será apresentado no dia 8 de janeiro. A novela deveria terminar em 30 de outubro, mas os bons índices levaram o comando da Globo a espichá-la um pouco mais.

Walcyr Carrasco, o autor, conseguiu levantar o Ibope desta faixa e vai continuar apostando na comédia. Ele não se cansa de elogiar o desempenho da protagonista Flávia Alessandra, a mais acionada nos capítulos da novela.

E é com a data acima que o autor está trabalhando para entregar o horário. “Caras & Bocas” estreou em 13 de abril.

Oxigênio

Com o panorama de agora, diminuiu a “pressão” sobre os profissionais responsáveis pela próxima global das sete, “Bom Dia Frankenstein”.

A produção, cotada para estrear em 2 de novembro, só será lançada em 11 de janeiro.

Festa

A Record está programando para setembro, com uma grande festa para o mercado da propaganda e convidados especiais, a inauguração de dois novos estúdios no Recnov.

Ambos instalados com o que há de mais moderno em equipamentos para gravação de novelas.

C´est fini

Na próxima semana, Tiago Santiago coloca ponto final no texto de “Promessas de Amor”. De acordo com levantamento realizado pelo autor: “ao todo foram quase seiscentos capítulos, marca próxima a de “Redenção”, mas como o tempo de arte hoje é maior do que naquela época, pode-se dizer que escrevi com minha equipe a maior novela brasileira de todos os tempos”. Também, segundo Santiago, as três edições da novela movimentaram mais de mil profissionais entre atores, produtores e técnicos.

Ninguém confirma, evidentemente, mas dizem que Paulo Franco trocou a Record pelo SBT porque não teve como recusar a proposta de Silvio Santos. Falam em R$ 500 mil de luvas e salários de R$ 90 mil. Há também quem aposte em R$ 1 milhão na mão e salários de R$ 100 mil.

A ex-Big Brother Juliana Canabarro está com um restaurante japonês em Moema, Sushibabba. É impressionante a freqüência de ex-BBBs no local.

Ficamos assim. Amanhã tem mais. Tchau!

“Zapping” por Fabíola Reipert – Folha OnLine

Gugu fala da Record; “Domingo Legal” acaba

Com estreia marcada para o dia 9 de agosto, Gugu já dá expediente na Barra Funda. “Ao chegar na Record, me sinto como se estivesse no início da minha carreira, pois tudo é novidade. Encontrei aqui velhos amigos e estou fazendo novas amizades”, disse o apresentador à coluna. Sobre a saída difícil do SBT, Gugu não toca no assunto. No final, o contrato foi rescindido amigavelmente.

Fim do programa

O “Domingo Legal” vai acabar quando Eliana entrar no ar, no último domingo de agosto ou no início de setembro.

Pessoalmente

Silvio Santos foi ontem à sala de produção do programa para comunicar a decisão à equipe e agradecer quem ficou no SBT e não foi para a Record com Gugu. Salários de produtores foram triplicados.

Sabadão

O “Domingo Legal” vai virar “Sábado Legal” e ficará sob o comando de Celso Portiolli, que renovou por dois anos. Nesta semana, o “Domingo Legal”, já com Portiolli, não irá ao ar ao vivo. Será gravado na tarde de sábado. A atração passará a ser dirigida por Roberto Manzoni, o Magrão.

Outra baixa

O SBT contratou ontem o diretor de programação da Record, Paulo Franco, para dirigir Roberto Justus e fazer parte do comitê artístico.

Troca

Na Record, Marcelo Caetano assume a diretoria de programação e Vildomar Batista passa a ser diretor artístico.

Tranquilidade

A visita de Raul Gil ao SBT, nesta semana, em plena época de dança das cadeiras de apresentadores, foi vista com tranquilidade pela Band. O contrato de Raul Gil com a Band está em vigor. A emissora diz que está satisfeita com ele. Seu programa dá entre 4 e 5 pontos no Ibope.

OUTRO CANAL: Gripe suína faz TV Globo cancelar novela no exterior

por Daniel Castro

Para evitar o risco de parte do elenco contrair a gripe suína, a Globo cancelou gravações na Bolívia ou no Chile de cenas de sua próxima novela das seis.

A emissora iria gravar “Pelo Avesso” no Salar de Uyuni, deserto de sal na Bolívia, ou no deserto de Atacama, no Chile. Mas, antes de decidir por qual dos dois desertos, decidiu substituí-los pelos Lençóis Maranhenses. Será lá que o personagem de Marcos Palmeira, o protagonista, se perderá. Serão gravadas cenas também em São Luiz (MA) e em Galinhos (RN).

As gravações -que envolvem 80 técnicos e os atores Carmo Dalla Vecchia, Isabela Garcia, Ed Oliveira e Rodrigo Rangel, além de Palmeira- começam amanhã no Maranhão.

A mudança atrasou o cronograma inicial de gravações da novela. A estreia de “Pelo Avesso”, prevista para 7 de setembro, foi adiada em duas semanas. A Globo, entretanto, nega que isso tenha relação com a mudança de planos.

“Pelo Avesso” será a segunda produção a seguir um novo modelo de lançamento de autores. Será escrita por Telma Guedes e Duca Rachid, sob a supervisão de João Emanuel Carneiro.

A figura do supervisor não é nova. A novidade é que agora ele não apenas acompanha os primeiros 40 primeiros capítulos. Além do texto, sua atuação abrangerá todas as áreas, como figurino, e irá até o final.

Manoel Martins, diretor-geral de entretenimento, prefere chamar o supervisor de “autor sênior” (os novos são “juniores”) e seu trabalho, de “coaching”. O modelo começou com “Tudo Novo de Novo” e seguirá com a próxima novela das sete.

É GUERRA 1

A disputa entre Record e SBT por profissionais extrapolou a área artística e chegou aos executivos. Ontem, o SBT fechou a contratação de Paulo Franco, diretor de programação.

É GUERRA 2

Franco, ironicamente, foi um dos principais articuladores da ida de Gugu Liberato para a Record, movimentação que abriu a disputa entre as duas redes. Mas a Record deverá dar o troco na mesma moeda. Negociou nos últimos dias com um importante diretor do SBT.

CAI DO CÉU

A Globo imitou a Record. Ficou sem intervalo comercial durante duas horas e 18 minutos anteontem, quando exibia o funeral de Michael Jackson.

GLOBO MUDA 1

A Globo anunciou ontem a promoção de Carlos Schroder de diretor da Central Globo de Jornalismo (CGJ) a diretor-geral de Jornalismo e Esporte. Comandará a CGJ e a nova Central Globo de Esporte, dirigida por Luiz Fernando Lima.
GLOBO MUDA 2
Ali Kamel será o diretor da CGJ, que terá Renato Ribeiro e Luiz Claudio Latgé como diretores-executivos. Alice Maria deixa a Globo News e passa a ser diretora de desenvolvimento e programas especiais, subordinada a Schroder.

GLOBO MUDA 3

Erick Brêtas, editor-chefe do “Jornal da Globo”, assume a direção de jornalismo do Rio. Ricardo Villela vai para o “JG”.

“Brinco TV”

RJ e SP novamente ficarão sem a final da Libertadores, na próxima quarta-feira


Cariocas verão o FLU, enquanto os paulistas o PAL

Pela programação disponibilizada pela Rede Globo para a próxima quarta-feira (agradeço ao Victor Faria pela dica), novamente os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo não acompanharão o jogo 2 (decisivo) da final da Taça Libertadores da América, que será realizado na próxima quarta-feira no Mineirão, entre Cruzeiro x Estudiantes.

A partida, como ocorreu ontem, vai pra toda rede, exceto os dois estados. A quarta-feira em questão, 15/7, é dia de rodada do Campeonato Brasileiro (inclusive o jogo Botafogo x Cruzeiro já foi adiado para 27/08). Então, a Globo preferiu novamente exibir o Brasileirão para o eixo Rio/SP.

O Rio de Janeiro verá Internacional x Fluminense, enquanto São Paulo acompanhará Flamengo x Palmeiras. É isso!

RJ e SP veem minutos finais de Estudiantes x Cruzeiro


Foi possível porque COR x FLU terminou antes de EST x CRU

Rio de Janeiro e São Paulo puderam acompanhar os minutos finais do primeiro jogo da final da Taça Libertadores da América, realizada na noite desta quarta-feira, entre Estudiantes x Cruzeiro. É que Corinthians x Fluminense pela Série A do Campeonato Brasileiro terminou antes que o jogo disputado no estádio Ciudad de La Plata, na Argentina. Com isso, a rede foi unificada (agradeço ao leitor Lucas – assinem sempre os comentários com um sobrenome para melhor identifica-los por gentileza – pela dica).

Estudiantes x Cruzeiro teve narração de Galvão Bueno e comentários do Paulo Roberto Falcão e Bob Faria (da Globo Minas). Arnaldo Cezar Coelho foi analista da arbitragem. Este quarteto muito provavelmente será reprisado no jogo dois na próxima quarta-feira no Mineirão. O Galvão já é certeza.

Já Corinthians x Fluminense foi narrado pelo Luis Roberto (Cleber Machado seguiu com sua folga), Caio Ribeiro e Junior, com José Roberto Wright sendo o critico de arbitragem. Vale informar que tivemos após os jogos, mais uma edição do “Placar da Rodada”.

No Sportv, o primeiro jogo da final da Libertadores teve narração do Luiz Carlos Junior, com comentários do Lédio Carmona e Carlos Eduardo Lino (que parece ter sido efetivado na equipe). Participou ainda da transmissão o Renato Marsiglia. Edgar Alencar foi o repórter de campo.

Agenda de Transmissões de Quinta, 9/7/2009


Campeão sai nesta quinta-feira

10h00 – Mundial Sub-17 de Atletismo – Sportv2
10h30 – Tour da França de Ciclismo: sexto estágio – Espn
15h00 – U.S. Women´s Open de Golfe: primeira rodada – Espn e Espn HD
19h00 – Eliminatórias Norte-Americanas de Natação – Sportv
21h50 – Recopa Sul-Americana: LDU x Internacional (jogo 2 da final) – TVCOM (RS), Sportv e Espn Brasil
22h00 – WNBA: Seattle Storm x Sacramento Monarchs – Espn e Espn HD
04h00 – Mundial de Surfe – Sportv2
05h00 – Fórmula 1: treino livre do GP da Alemanha – Sportv
*horários de Brasília

José Carlos Gonçalves é um dos finalistas de “O Narrador”

Mais um dos finalistas do “O Narrador”, o reality show da TV Esporte Interativo ganha mais espaço na web. Agora é o José Carlos Gonçalves e agradeço ao Daniel Carvalho pela dica. As informações abaixo são do Jornal Diário de Marília.

O narrador camisa 10, José Carlos Gonçalves, da Jornada Esportiva da Rádio Dirceu de Marília é um dos oito candidatos selecionados para o primeiro reality show da narração da TV brasileira – O Narrador, da TV Esporte Interativo. No site o camiseta dez é apresentado como o paulista da voz da experiência e um vídeo mostra sua performance.

Os oito candidatos estão juntos no Rio de Janeiro e terão suas rotinas documentadas e exibidas diariamente na programação. Eles integram o casting do Esporte Interativo, farão participações especiais na programação, serão convidados a atividades externas e a provas que renderão benefícios na competição.

O público terá acesso não só às narrações, mas também ao dia a dia na sede da emissora, e no alojamento do programa. Segundo informações no site será uma chance do cidadão e profissional mostrar suas habilidades, afinal, um narrador não é feito apenas de voz, tem que ter carisma.

Os duelos de narração acontecerão nos finais de semana. Cada candidato vai narrar um tempo de uma partida, ao vivo, com todas as implicações e dificuldades que uma transmissão de TV oferece.

Os vencedores serão selecionados através de voto do público via sms ou pelo portal. Ao final de quatro semanas de disputa o Esporte Interativo vai anunciar quem teve melhor desempenho. O que melhor cativar a audiência com garganta afiada e simpatia será o novo Narrador do Brasil.

José Carlos Gonçalves faz parte da Equipe de Esportes da Rádio Dirceu AM, que junto com Miquele Marvulo, Ed Nelson, Roberto Cesar e Nelson Júnior, há dois anos líder de audiência, traz todas as emoções dos jogos do MAC no Campeonato Paulista e no Campeonato Brasileiro da Série C, em “dobradinha” com o Diário FM. É conhecido em Marília como o Camisa Dez da Dirceu.

Globo reformula área de Jornalismo e Esporte


Luiz Fernando Lima assume o esporte da emissora

Por meio de comunicado distribuído hoje a imprensa, a Rede Globo de Televisão anunciou a criação da Área de Jornalismo e Esporte já a partir deste mês de julho. Luiz Fernando Lima assumirá a direção da nova Central Globo de Esportes.

Leia o comunicado na íntegra:

“A partir de julho, a TV Globo implantará a Área de Jornalismo e Esporte, dando continuidade ao modelo de gestão já adotado para as Áreas de Entretenimento e Comercial.

No conceito de unidades produtoras de conteúdo, o novo modelo de gestão permitirá maior participação e integração das equipes na criação e produção de conteúdos para TV aberta, TV fechada, internet e novas mídias digitais. O objetivo é estimular a inovação em formatos e na linguagem e redistribuir as atividades e as responsabilidades para melhor avaliar os processos, sua qualidade e produtividade.

A Área de Jornalismo e Esporte será constituída por uma Direção Geral, que terá sob a sua gestão a Central Globo de Jornalismo, a Central Globo de Esportes, agora criada, e a nova Diretoria de Desenvolvimento e Programas Especiais.

Carlos Henrique Schroder ocupará o cargo de Diretor Geral da Área de Jornalismo e Esporte (DGJE), reportando-se à Direção Geral da TV Globo.

– O Schroder, com 25 anos de experiência na TV Globo, reúne requisitos como liderança, conhecimento e capacidade de trabalho para exercer com sucesso as novas funções – disse o diretor geral da TV Globo, Octávio Florisbal, em seu comunicado interno.

CENTRAL GLOBO DE JORNALISMO – CGJ
Ali Kamel assumirá a gestão da CGJ com a missão de integrar as áreas da Central e otimizar suas atividades e processos para alcançar inovação, criatividade e qualidade nas diferentes plataformas de atuação.

A CGJ passa a ter duas direções executivas: uma para Conteúdo, com Luiz Cláudio Latgé; outra para Produção, com Renato Ribeiro.

A direção do Jornal da Globo ficará com Ricardo Villela.

Erick Bretas assumirá a editoria Rio.

A direção da Globo News ficará a cargo de César Seabra.

CENTRAL GLOBO DE ESPORTES – CGESP
Luiz Fernando Lima assumirá a direção da nova Central Globo de Esportes, que nasce da crescente importância estratégica que o esporte representa para as plataformas na TV aberta, TV fechada, internet e novas mídias.

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAS ESPECIAIS – DDPE
Alice Maria assume a DDPE, reportando-se ao Diretor Geral da DGJE, com a missão de desenvolver novos talentos, contribuir para a manutenção da qualidade da DGJE e supervisionar os programas com formato jornalístico voltados para Responsabilidade Social e o Pequenas Empresas Grandes Negócios.

– Quem conhece o setor de comunicação sabe que os desafios sempre foram grandes, mas estão cada vez maiores, com a revolução digital, que impacta as antigas plataformas e cria novas a cada dia. O jornalismo e o esporte, na Globo, sempre acompanharam essas mudanças, e não é diferente agora. Essas duas áreas cresceram bastante. Na grade de programação da TV aberta, com novos produtos e maior tempo de produção. Na TV fechada, com a Globo News e o Sport TV. E, também, nas novas mídias, como internet e telefonia celular. As mudanças na nossa estrutura refletem essa realidade e darão ainda mais agilidade à Globo para que possa continuar oferecendo a qualidade que sempre a caracterizou, em todos os meios – afirmou o diretor da DGJE, Carlos Henrique Schroder”.

De acordo com a Máquina do Esporte, este organograma pode pôr fim aos boatos sobre uma possível volta do Sportv à Globosat, braço das organizações Globo para TV por assinatura. No começo do ano, a possibilidade de um barateamento dos custos chegou a ser cogitada como um atrativo para a negociação, que agora cai por terra com a reafirmação da importância do canal para a companhia.

Mano Menezes estará no “Roda Viva” da TV Cultura


Na TV, programa começará às 22h10

O técnico do Corinthians, Mano Menezes, estará no centro do “Roda Viva”, da TV Cultura, nesta segunda-feira. Com apresentação de Heródoto Barbeiro, a entrevista será transmitida ao vivo pela IPTVCultura, canal exclusivo da emissora para exibição na web, a partir das 18h30, e exibida pela TV Cultura, às 22h10, sem qualquer corte ou edição.

No programa, Mano Menezes deve falar sobre as recentes conquistas do Corinthians sob o seu comando: o Campeonato Paulista, no qual o time chegou invicto à final e a Copa do Brasil, ambos em 2009. Bem como sobre a Libertadores 2010, do qual o Corinthians foi o primeiro a garantir uma vaga.

A bancada de entrevistadores será formada por Antero Greco (editor de esportes do jornal O Estado de S. Paulo e comentarista da Espn Brasil); Vladir Lemos (apresentador e editor-chefe do programa Cartão Verde, da TV Cultura); Dan Stulbach (ator); e Andrea Pasquini (diretora do filme Fiel).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: